Descoberta nova capacidade sensorial nos humanos

Descoberta nova capacidade sensorial nos humanos
O olfato humano é muito melhor a orientar-nos através do quotidiano do que se pensava, acredita o neurocientista cognitivo Johan Lundström. 

Ele e uma equipa de pesquisadores acaba de descobrir que os seres humanos são capazes de saber a quantidade de gordura na sua alimentação apenas através do seu cheiro.

"O facto de termos a capacidade de detectar e discriminar diferenças mínimas no teor de gordura dos nossos alimentos sugere que essa capacidade deve ter tido grande importância evolutiva", afirma Lundström. 

O nosso apetite por alimentos gordurosos, provavelmente, evoluiu ao longo de milhares de anos, como um bom incentivo para nós consumir-mos toneladas de calorias facilmente armazenadas. Nós já sabíamos que as pessoas podiam detetar a diferença entre alimentos com gordura e sem gordura.

O que Lundström e os seus colegas queriam saber, no entanto, era se os seres humanos evoluíram outras maneiras de reconhecer alimentos de alto teor calórico. Então, eles realizaram uma série de testes, onde as pessoas tiveram que determinar o teor de gordura do leite pelo cheiro. 

Os achados foram publicados hoje na revista científica PLoS One. O estudo envolveu três experiências cujos resultados demonstraram claramente que os seres humanos são capazes de detectar pequenas diferenças entre amostras de leite com diferentes graus de gordura.

O facto de os seres humanos poderem detectar o teor de gordura dos alimentos através de odores pode abrir novos e inovadores caminhos futuros para a redução geral da nossa ingestão de gordura, e futuros estudos devem concentrar-se em determinar os componentes do leite responsáveis por este efeito.

Uma possível razão porque as pessoas possam ser sensíveis ao cheiro de gordura no leite pode ser o facto dos participantes serem consumidores vorazes de laticínios e, assim, condicionados a sentir essa experiência. 

No entanto, os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença entre as habilidades de detecção de gordura de pessoas com hábitos diferentes de alimentação e diferentes índices de massa corporal. Parece que os seres humanos realmente têm um sentido que nunca percebemos que tínhamos, disseram os pesquisadores. 

"Se você sentir cheiro de dois pratos, você vai ser capaz de dizer qual é o mais gorduroso". Os pesquisadores esperam que isso possa ajudar futuros estudos sobre como as pessoas podem aprender a regular as suas dietas de forma a incluir menos gordura. [io9]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário