10 fatos surpreendentes sobre o seu coração

10 fatos surpreendentes sobre o seu coração
Os assuntos do coração têm confundido os seres humanos desde a aurora dos tempos, com sonetos e livros inteiros dedicados ao significado do amor.

Agora os cientistas estão a descobrir que a bomba de sangue no seu peito é ainda mais complexa do que o pensado anteriormente. Você não pode viver ou amar sem ele.

Descubra alguns fatos surpreendentes sobre o coração, incluindo como as relações e o riso são realmente bons para ele, e como uma má notícia pode realmente quebrá-lo.

10. Sinal de amor

O músculo cheio de sangue chamado coração tornou-se o símbolo universal do amor. Os gregos acreditavam que o coração era a sede do espírito, os chineses associaram-no ao centro para a felicidade e os egípcios pensavam que as emoções e o intelecto surgiam do coração.

No entanto, ninguém sabe ao certo a origem exata da associação ao amor. Uma ideia é que o coração tem a sua "marca amor", na antiga cidade grega de Cirene, agora na atual Líbia. A colónia era conhecida por uma planta chamada Silphium, com vagens de sementes em forma de coração.

9. Coração partido 

Um rompimento com um ente querido ou a notícia de uma morte na família, literalmente, pode partir corações, na forma de aumentar o risco de ataque cardíaco, mostram estudos. Esse trauma também pode desencadear a libertação de hormonas do estresse na corrente sanguínea que temporariamente "chocam" o coração. 

Os sintomas resultantes imitam os sintomas geralmente associados a um ataque cardíaco, implicando dores no peito e falta de ar. No entanto, este tipo de coração dorido pode voltar ao normal após alguns dias com um pouco de descanso.

8. Bomba poderosa 

Em menos de um minuto, o seu coração pode bombear sangue para todas as células do seu corpo. E ao longo de um dia, cerca de 100.000 batimentos cardíacos enviam 2.000 litros de sangue rico em oxigénio através de cerca de 60.000 quilómetros de ramificações de vasos sanguíneos. Isso é um trabalho pesado para um músculo do tamanho de um punho.

7. Beber para o coração 

Um copo de vinho tinto pode ir diretamente para o coração, e pesquisas recentes mostram que o mesmo pode acontecer com a variedade branca. Os cientistas atribuem os benefícios cardíacos dos vinhos tintos, ao facto de estarem repletos de determinados antioxidantes.

Uma experiência de laboratório com ratos mostrou que a polpa de uva e não apenas a casca esconde compostos cardio-protetores que rivalizam com os encontrados nos vinhos tintos. Tinto ou branco? Basta seguir o seu coração.

6. Rir faz bem

A gargalhada - do tipo que envia um fluxo de lágrimas aos seus olhos - faz mais do que aquecer a alma. Pesquisas mostraram que a gargalhada pode fazer com que o revestimento das paredes dos vasos sanguíneos, chamados endotélios, relaxem, aumentando o fluxo de sangue até 45 minutos após o ataque de risada.

5. Grandes corações 

Algumas pessoas realmente têm corações maiores do que outras. Ao invés de um sinal de afeto, um coração ampliado pode sinalizar doença cardíaca subjacente. O tipo mais comum, chamado cardiomiopatia dilatada, ocorre quando as câmaras do coração se esticam e ampliam.

4. Coração a coração 

Um cientista descobriu que a frequência cardíaca do cavalo espelha a dos seres humanos a tocá-lo. Tal facto aponta para a existência de deteção emocional por parte dos cavalos. No passado, os cientistas verificaram o mesmo relativamente a cães e gatos, que também são capazes de detetar e sincronizar emoções.

3. Coração reparado

Um coração dilacerado por amor pode ser doloroso o suficiente para fazer com que você deseje ter um novo coração, ou pelo menos um kit de reparação cardio. Os cientistas estão a estudar a possibilidade de desenvolver terapias celulares para os seres humanos com corações danificados fisicamente baseando-se num tritão com pintas vermelhas.

Este anfíbio pode transformar as suas células de volta no tempo, como se fossem células-tronco, a fim de construir um novo músculo cardíaco. Noutro estudo, os cientistas desenvolveram uma batida do coração a partir de células-tronco embrionárias em laboratório.

2. Corações femininos 

Durante décadas, as doenças cardíacas e ataques cardíacos têm sido vistos como uma doença de homem. Mas isso está longe de ser verdade. As doenças do coração matam 500 mil mulheres americanas a cada ano, superando os números masculinos por 50.000.

1. Relações

Se você não pode ir ao ginásio, tente brincar. O seu coração pode agradecer. Um estudo com 2.500 homens com idades entre 49 e 54 descobriu que ter um orgasmo pelo menos três vezes por semana reduzia para metade a probabilidade de morte por doença cardíaca coronária.

E salvo problemas de saúde subjacentes e a possibilidade de contrair uma doença, as relações podem servir como exercício físico. De facto, pode dobrar a frequência cardíaca de uma pessoa e queimar cerca de 200 calorias, ou o equivalente a 15 minutos de corrida rápida. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Existe uma doença que chama-se 'Síndrome do Coração Partido'. Pessoas que terminam relacionamentos ou que perdem entes queridos relatam sentirem dores no coração, como se tivesse despedaçado mesmo. Mas realmente estudos não conectam o coração diretamente aos sentimentos. Mesmo com todo o avanço da ciência, é muito difícil saber exatamente como funciona essa máquina que é perfeita, o corpo humano.

    ResponderEliminar