Conheça o robô que se abre como origami (com video)

Conheça o robô que se abre como origami (com video)
O mais recente avanço na robótica pode não parecer muito - apenas algumas pequenas baterias ligadas a uma folha plana de papel - mas há muito mais nessa nova engenhoca do que aparenta. 

Se você olhar com cuidado, vai ver a folha de papel a começar a mover-se, transformando-se com algumas dobras nítidas.

Em primeiro lugar, surgem as pernas, e, em seguida, as baterias são levantadas do chão, na parte de trás do que agora se parece um pequeno insecto robótico.

Em minutos, o inseto futurista está se movendo, rastejando em quatro pernas e virando como se soubesse exatamente onde está indo. 

Este robô foi desenvolvido por computador e por engenheiros do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e da Universidade de Harvard, e poderá mudar o campo da robótica. Os pesquisadores dizem que representa uma nova maneira de construir robôs.



Os novos robôs foram inspirados em parte pelo origami, a arte japonesa de dobrar papel. Enquanto parecem finos o suficiente para serem feitos a partir de uma única folha de papel, os robôs são na verdade compostos por cinco camadas de materiais.

De facto, são compostos por papel, cobre e um polímero com memória de forma que se dobra quando aquecido a mais de 100 graus Celsius. A camada de cobre média contém uma rede de fios elétricos que fornecem calor às articulações do robô, iniciando um processo de dobramento complexo.

Este método permite que o robô se dobre um passo de cada vez, o que é importante porque os pesquisadores programaram o robô para construir em cima de cada movimento anterior. Primeiro, faz uma dobra, depois outra partindo da anterior.

Assim que o robô está todo dobrado, parece mover-se como que por magia. Na realidade, porém, é impulsionado por dois motores pequenos, que estão conectados às baterias colocadas nas costas do inseto, disseram os pesquisadores.

Também na parte de trás do robô está um microprocessador, programado com um algoritmo exclusivo desenvolvido por cientistas da computação do MIT. O microprocessador diz ao robô o que fazer - que forma a tomar e como se mover.

A capacidade do robô para se dobrar não é apenas um truque legal. também é uma qualidade extremamente útil, podendo ajudar a resolver alguns problemas comuns de dispositivos de produção em pequena escala.

A dobragem permite que os fabricantes de máquinas complexas pequenas, tais como robôs, evitem as porcas e parafusos tradicionalmente usados para montar máquinas de maior porte. Também reduz o custo de construção dessas máquinas.

Os pesquisadores disseram que este novo método de construção de máquinas poderia servir como uma forma de impressão 3D para robótica, transformando um processo de fabricação complexo em algo que é ao mesmo tempo mais acessível e menos oneroso para o usuário médio. 

Antes de estes minúsculos robôs ocuparem tarefas no mundo real, os pesquisadores terão de experimentar com materiais mais duros e mais duráveis​​. Os engenheiros também estão olhando para o uso de materiais que também podem desdobrar-se. A nova pesquisa foi publicada online a 7 de agosto na revista Science. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário