Dias ensolarados podem impulsionar suicídios

Dias ensolarados podem impulsionar suicídios
O fato de que as taxas de suicídio tendem a aumentar na primavera tem intrigado os cientistas.

Mas agora, um novo estudo na Áustria mostra que, em qualquer época do ano, um par de dias de sol pode significar taxas de suicídio mais elevadas.

A ligação curiosa entre as estações do ano e as taxas de suicídio remonta há mais de um século. Estudos têm consistentemente encontrado uma maior taxa de suicídio durante a primavera e uma taxa mais baixa durante o inverno.

É possível que o tempo e a luz do sol esteja a justificar a tendência, mas há também outros fatores sazonais que podem afetar os comportamentos suicidas - por exemplo, feriados, laços sociais, as variações na taxa de desemprego e o acesso a médicos.

No novo estudo, os pesquisadores olharam diretamente para o número de horas de sol diário entre 1970 e 2010, e cerca de 70.000 suicídios que ocorreram na Áustria durante esse tempo. A Áustria tem um clima continental húmido, com quatro estações, incluindo verões quentes e invernos frios.

Outros países com climas semelhantes incluem Japão e leste da América do Norte. Para o estudo, os pesquisadores usaram dados de 86 estações meteorológicas na Áustria para calcular o número de horas de sol por dia.

Os pesquisadores descobriram uma relação entre o número de suicídios e as horas de sol por dia, durante o dia do suicídio, assim como durante os dias anteriores. "A luz do sol no dia do suicídio e até 10 dias antes parece facilitar o suicídio", escreveram os pesquisadores no seu estudo.

Por outro lado, a luz do sol durante 14 a 60 dias antes parecia ter um "efeito protetor", reduzindo a taxa de suicídio. Os resultados também mostraram que a ligação entre sol e taxa de suicídio afeta o método de suicídio.

Existem algumas possíveis explicações para o sol poder influenciar as taxas de suicídio. Estudos anteriores demonstraram que a luz interage com o neurotransmissor serotonina, que afecta o humor tanto em animais como em pessoas.

Isto significa que a exposição à luz solar pode alterar os níveis de serotonina e influenciar comportamentos e emoções, como humor, impulsividade e agressividade, disseram os pesquisadores. O suicídio é a décima causa de morte para todas as idades, nos Estados Unidos.

As mulheres são mais propensas que os homens a tentar o suicídio, mas os homens são mais propensos a morrer efectivamente de suicídio. No novo estudo, a relação entre horas de sol diárias e taxas de suicídio mais elevada foi observada principalmente entre as mulheres.

Este resultado está em linha com os resultados de um estudo anterior, que constatou que, em comparação aos homens, uma menor exposição ao sol pode ser suficiente para desencadear o suicídio nas mulheres, disseram os pesquisadores.

A ligação entre a luz do sol a longo prazo e as taxas de suicídio mais baixas foram encontradas principalmente em homens, segundo os pesquisadores. No entanto, é difícil saber quão verdadeiro este efeito é, afirmam os pesquisadores.

O próximo passo será identificar quais os pacientes com depressão grave que são mais susceptíveis de serem afectadas pela luz solar, disseram os pesquisadores. O novo estudo foi publicado a 10 de setembro na revista JAMA Psychiatry.[Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário