Os 7 argumentos filosóficos mais intrigantes para a existência de Deus

Os 7 argumentos filosóficos mais intrigantes para a existência de Deus
Nietzsche é famoso por dizer que Deus está morto, mas a notícia da morte do Todo-poderoso pode ter sido muito exagerada. Aqui estão alguns dos argumentos filosóficos mais fascinantes e provocantes da existência de Deus.

Para ser claro, tratam-se de argumentos filosóficos. Eles nem estão enraizados na religião, nem constituem factos científicos. 

Muitos desses argumentos, alguns dos quais datam milhares de anos, servem como exercícios intelectuais interessantes, provocando aquilo que pensamos que sabemos sobre o Universo e o nosso lugar nele. Outros argumentos são tentativas de conciliar questões que assolam atualmente cientistas e filósofos.

Nenhum destes argumentos prova, ou não, em definitivo a existência de Deus, e muitos deles são facilmente desmascarados ou problematizados. Por "Deus", não nos estamos a referir a qualquer divindade religiosa específica. Como a lista mostra, o termo pode abranger tudo, desde um ser omnipotente perfeito até algo que pode ser considerado banal.

1. A noção de um ser perfeito significa que Deus tem de existir

A noção de um ser perfeito significa que Deus tem de existir


Este é o argumento ontológico clássico. Ele foi articulado pela primeira vez em 1070 por Santo Anselmo, que argumentou que, uma vez que temos uma concepção de um ser perfeito, ele tem de existir. No seu ensaio Proslogion, Santo Anselmo concebeu Deus como um ser que possui toda a perfeição concebível. 

Mas se esse ser "existia" apenas como uma ideia nas nossas mentes, então seria menos perfeito do que ele realmente é. Portanto, não seria tão grande como um ser que realmente existia, algo que estaria em contradição com a nossa definição de Deus - um ser que é suposto ser perfeito. Logo, Deus deve existir.

Mesmo na época, o argumento gerou polémica. Gaunilo de Marmoutiers contestou a ideia de Anselmo ao pedir às pessoas para conceber uma ilha "mais perfeita" do que qualquer outra ilha, revelando as falhas neste tipo de argumentação tautológica.

No entanto, esta noção foi também defendida por René Descartes. Ainda assim, a sua opinião sobre o assunto é um pouco mais ilustrativa. Descartes, na sua Quinta Meditação, escreveu que a concepção de um ser perfeito que não tem existência é como imaginar um triângulo cujos ângulos interior não somam 180 graus. 

Então, porque temos a ideia de um ser supremamente perfeito, temos de concluir que um ser supremamente perfeito existe. Para Descartes, a existência de Deus era tão óbvia, lógica e evidente como as verdades matemáticas mais básicas.

2. Alguma coisa deve ter causado a existência do Universo

Alguma coisa deve ter causado a existência do Universo


Os filósofos chamam a este argumento a Primeira-Causa ou o argumento cosmológico, e os primeiros defensores desta linha de raciocínio incluíram Platão, Aristóteles e São Tomás de Aquino. O argumento baseia-se na suposição de que cada evento deve ter uma causa, e uma causa por sua vez, deve ter outra causa, e assim por diante. 

Assumindo que não há fim para essa regressão de causas, essa sucessão de eventos seria infinita. Mas uma série infinita de causas e eventos não faz sentido. Tem que haver algum tipo de causa em primeiro lugar - que por si só não tem causa. Isso exigiria algum tipo de ser "incondicionado" ou "supremo" - a que os filósofos chamam de Deus.

3. Tem que haver alguma coisa em vez de nada

Tem que haver alguma coisa em vez de nada


Chamado o argumento cosmológico de Contingência, este é um pouco diferente do anterior. O filósofo alemão Gottfried Leibniz descreve bem a questão quando questiona a existência de algo em vez do nada. Para Leibniz, o motivo encontra-se numa "substância que é um ser necessário que carrega a razão de sua existência dentro de si".

Porque é impossível existirem apenas seres contingentes, argumentou ele, um ser necessário deve existir - um ser que chamamos de Deus. Em Monadology, ele escreveu que "nenhum fato pode ser real ou existente e nenhuma declaração verdadeira, sem uma razão suficiente para que seja assim e não de outra forma".

Mais recentemente, o filósofo Richard Swinburne olhou para a questão de uma forma mais indutiva escrevendo que "há uma grande chance de que se existe um Deus, ele vai fazer alguma coisa da finitude e da complexidade do universo. É muito improvável que um universo exista sem causa, mas sim mais provável que Deus exista sem causa. A existência do universo ... pode ser feita compreensível se supormos que é provocada por Deus".

4. Alguma coisa deve ter desenhado o Universo

Alguma coisa deve ter desenhado o Universo


O argumento do design, ou argumento teleológico, sugere que vivemos num Universo que certamente teve de ser concebido. O cosmos, afirma o argumento, mostra ordem e finalidade (aparente) - por exemplo, tudo dentro do universo segue as leis da física, e muitas coisas dentro dele estão correlacionadas uma com a outra de uma forma que parece propositada.

Como William Paley argumentou, assim como a existência de um relógio indica a presença de uma mente inteligente, a existência do universo e vários fenómenos dentro dele indicam a presença de uma inteligência ainda maior, ou seja, Deus. Escusado será dizer que esta linha de argumentação era muito mais atraente antes do advento do naturalismo (a ideia de que tudo pode ser explicado sem o benefício da intervenção sobrenatural) e da evolução darwiniana. 

Na verdade, Darwin serviu como uma espécie de sentença de morte para o argumento do design, pelo menos no que diz respeito ao reino biológico. Sabemos que o olho humano - em toda a sua aparente complexidade e propósito - não é o produto de um designer, mas sim o resultado esmerado de variação e seleção.

Mas o argumento de design não está totalmente morto. A requintada afinação do "universo biofílico" tem levado alguns a concluir que há de fato uma inteligência superior por detrás. Para contrariar esta linha de raciocínio , no entanto, os filósofos dizem que devemos simplesmente mudar para o princípio antrópico, o que é interessante porque os teístas dizem a mesma coisa!

5. A consciência prova que existem entidades imateriais

A consciência prova que existem entidades imateriais


Nós ainda não temos uma teoria funcional da consciência, dando origem ao famoso Problema Rígido. Na verdade, a consciência subjetiva, ou qualia, é completamente diferente de qualquer coisa que normalmente lidamos no nosso universo de forma material. 

A estranheza da consciência, e da nossa incapacidade em compreendê-la, deu origem à noção de dualismo, também conhecido como dualismo cartesiano, que descreve dois tipos fundamentais de coisas: o mental e o material. Os Dualistas dizem que o material por si só é incapaz de produzir qualia - a própria capacidade de ter pensamentos internos, consciência subjetiva e sentimentos. 

Os teístas têm usado o dualismo para defender um "reino" independente da existência que é diferente do mundo físico. É um cenário semelhante à experiência de Neo, em Matrix, onde as suas experiências mentais ocorrem num reino separado daquele que abriga o corpo. Filósofos teístas ter levado essa ideia para outro nível, usando-a para inferir a existência de entidades sobrenaturais ou imateriais, incluindo Deus.

6. Vivemos numa simulação de computador executada por deuses 

Vivemos numa simulação de computador executada por deuses


Os deuses também pode consistir em entidades muito além da nossa compreensão, alcance e controle. Se a hipótese da simulação for verdade, e nós formos o produto de antepassados ​​pós-humanas (ou alguma entidade desconhecida), nós simplesmente não temos escolha, mas reconhecê-los como deuses. 

Eles estão a comandar, e o nosso comportamento coletivo (ou mesmo individual) pode ser monitorizado - ou mesmo controlado - por eles. Esses deuses seriam semelhantes aos deuses gnósticos do passado - entidades poderosas que fazem as suas próprias coisas, sem terem os nossos melhores interesses em mente.

7. Os alienígenas são os nossos deuses 

Os alienígenas são os nossos deuses


Ainda temos que contactar uma inteligência extraterrestre, mas isso não significa que eles não existam. Uma possível solução para o Paradoxo de Fermi é a noção de panspermia dirigida - a ideia de que os extraterrestres despertaram para a vida noutros planetas, com o envio de esporos ou sondas para planetas férteis, e, em seguida, saíram, ou monitorizaram e controlaram o processo de forma encoberta. Por definição, portanto, seriam como deuses para nós. [io9]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

46 comentários:

  1. No princípio havia havia algo (a primeira coisa) que ao longo do tempo cresceu sem intenção de criar nada, sem consciência do que viria... simplesmente cresceu. Um processo que, de acordo com nossos cálculos, perdura há bilhões de anos. Muitas coisas se passaram durante esse processo e muitas coisas passarão a existir por causa de processo... um processo de causa e efeito, acontecimentos e consequências, que foi se desenvolvendo a partir da "primeira coisa" irracional e inconsciente. Em um determinado momento desse processo como que o resultado de milhares de causas de bilhões de anos, surgiram seres inteligentes consciente do tal processo, mas tais seres ainda não foram capazes de aceitar que são apenas parte do processo... e especularam e criaram deuses, demônios (para os que não concordarem com os deuses), enfim, criaram "criadores" que pudessem substituir a ideia de consequência, de resultado. Mas esses seres passarão... porque apenas existimos, não fomos criados... e seremos causa para o que há de vir... uma causa insignificante para uma consequência insignificante, porque o processo é muito maior que nós.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma maneira de se pensar, mas e a "Primeira Coisa"?? De onde veio?? , para existir algo que habita o espaço-tempo não seria necessário um ser fora dele, ou seja Imaterial e Atemporal?

      Eliminar
    2. A teoria da evolução sempre será meramente uma teoria, pois o que a lei da Biogênesis diz é absolutamente comprovada. VIDA SOMENTE PROVÉM DE VIDA, SOMENTE SERES VIVOS PODEM PRODUZIR.
      A BÍBLIA DIZ QUE UM DEUS VIVO CRIOU SERES VIVOS. Isso sim é verdade absoluta.

      Eliminar
    3. Evolução é diversidade e não criação.
      Realmente a evolução não é uma teoria, é um fato como a gravidade.
      Panspermia é para a origem da vida

      Eliminar
    4. Evolução é diversidade e não criação.
      Realmente a evolução não é uma teoria, é um fato como a gravidade.
      Panspermia é para a origem da vida

      Eliminar
    5. São tantas coincidências necessárias para que haja vida, uma organização de elementos tão afinada e simplesmente aconteceu.

      Eliminar
    6. E as coincidências causam vida e organizam-na.
      E é Deus que não existe? O ateísmo é absurdo, não temos resposta mais óbvia que a existência de Deus.

      Eliminar
    7. É tão difícil acreditar no acaso?. Q nós seres humanos vivemos num planeta q nem fica muito perto sol ou longe igualmente a outros planetas por ai pelo universo? e q para sermos hj o q somos passamos por milhões de anos de evolução? As pessoas vêem coisas onde naum há nada. e creio q nossa existência foi bastante influenciada pela sorte.

      Eliminar
  2. Mais um para a lista!

    EIN-SOF

    Ein Sof, o Deus Infinito, não tem uma forma estática imutável. Em vez disso, os cabalistas concebem a Deus, o mundo e a humanidade através de uma constante evolução conjunta, e, desse modo, incorporando, uma série de aspectos e estágios distintos com fases posteriores contrárias, mas ao mesmo tempo, englobando as anteriores. Para o cabalista, Deus é perfeitamente simples e infinitamente complexo, tudo e nada, o que está escondido e o que foi revelado, realidade e ilusão, criador do homem e criado pelo homem. Como Ein Sof evolui progressivamente revelando-se como “absolutamente nada” (Ayin), a totalidade do ser, a vontade infinita (Ratzon), Pensamento e Sabedoria, a personificação de todo o valor e significado (Sefirot), o casamento entre masculino e feminino, e, finalmente, a união de todas as contradições. Ein Sof é tanto a totalidade dessa dialética e cada um dos pontos ao longo do caminho. Ein-Sof deve ser constantemente redefinido, por sua própria natureza ser um processo constante de auto-criação e redefinição. Esta auto-criação é realmente incorporada e aperfeiçoada na criatividade da humanidade, que através de atividades práticas, éticas, intelectuais e espirituais, se esforça para resgatar e aperfeiçoar um mundo caótico, contraditório e imperfeito.

    Traduzido do Website New Kabbalah: http://www.newkabbalah.com/einsof.html | All material on New Kabbalah website (c) Sanford L. Drob, 2001

    ResponderEliminar
  3. Não acredito que milhões de anos de poeira vagando por ai se transformaram num ser humano perfeito capaz de pensar e ter todos os orgãos tão bem feitos e que agem em sincronização.o Pensamento e a visão (assim como outras coisas) são coisas perfeitas demais para serem evoluídas.Deus existe.

    ResponderEliminar
  4. Ainda procuram o "Eldorado"?

    Patetas.........

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De qual Deus estamos falando, pois no nosso grandioso universo temos bilhões de seres humanos que acreditam em Deuses diferentes e os mesmos em suas plenas consciências Acreditam nisso. Será que o mesmo Deus do universo se transformou em vários pra satisfazer nações e ou pessoas com costumes e crenças diferentes? Eis a questão, mas acho que mais importante do que a existência ou não de um Deus é o respeito pela opinião dos demais mesmo que seja oposta a nossa.
      Fica a dica.

      Eliminar
  5. Eita povo atrasado .......

    Crenças Antigas = Mitologia

    Crenças Contemporâneas = Religião

    Encefaloides .....

    ResponderEliminar
  6. thiago Ogaiht, o que existiu antes do princípio e da "primeira coisa"?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada.Por isso Ele fez a Terra e nela injetou tudo o que você vê.Duvida? Tudo o que você vê e ouve não foi Ele quem fez? Tudo é criatura,portanto,não culpe por ser criado e sim por criar.Afinal,pela lógica só pode ser responsável por alguma coisa quem for Unipotente,Uniciente,Unipresente, ou estou errado? Ah! mas, o homem é quem desobedeceu. Certo. Com quem?Quem estava presente na hora da desobediência?Quem permitiu que ele estivesse lá?Ele não sabia que o homem seria persuadido, mesmo depois de receber uma rasteira lá no céu? Continue você mesmo este raciocínio.

      Eliminar
  7. Para todos que se acham sabios, que sempre esperam por uma resposta exata sobre Deus, ai vai VC NUNCA NUNCA VAI SABER UMA PEQUENA PORCENTAGEM DO QUE É DEUS, na sua palavra ele fala que o que o homem deve saber já foi revelado atraves da biblia, e caso não acreditem em nada disso leiam Jó 38.. http://www.bibliaonline.com.br/nvi/j%C3%B3/38 e imagine Deus te perguntando e no lugar de vc ler jó leia seu nome :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro GuErRaD essa idéia de que devemos acreditar no já foi revelado na Bíblia, e contra nossa evolução como seres humanos, a base da evolução vem de justamente por causa das constetações, não devemos pegar nada como verdade ou mentira absoluta, isso é um retrocesso.

      Eliminar
  8. Thiago Ogaiht,
    Tu é pica.

    ResponderEliminar
  9. A alguns dias eu estava pensando. E se a explicação é que não há uma explicação.
    Não teoricamente mas sim literalmente, e se simplesmente nunca ouve um começo.
    Isso vai muito além da lógica ou da física, mas se parar para pensar; o que veio antes do começo? É impossível o universo ter um começo definitivo, pois para que exista um começo tem que existir o anterior e o começo do anterior e do anterior também. Na minha opinião nunca teve um inicio.
    E além do mais, o perfeito esta naquilo que cabe nos olhos dos humanos, só porque temos inteligência não significa que podemos entender tudo.

    ResponderEliminar
  10. Como ser um deus mediocre?

    R: Seja onipotente, mas ñ faça nada. Seja bondoso, mas condene a um lago de fogo no inferno, quem ñ acreditar em você. Seja onipresente, mas ñ se mostre a ninguém. Seja o ser mais auto-suficiente do universo, mas ñ deixe de exigir que todos o louvem e o adorem constantemente, mediante punição severa caso isso ñ aconteça. Seja contraditório, seu amor e bondade devem ser infinitos, se por acaso uma mãe presenciar o assassinato de seu filho de 3 anos de idade, com um tiro na cabeça, faça acreditar q isso é vontade sua e ñ deve ser questionado e ainda se essa mesma criança ñ for batizada, condene-a ao inferno, mas no entanto se o assassino se arrepender do seu ato, ele ganhara todas as bênçãos do céu. Seja cruel, se alguém precisar de sua benção divina, ñ conceda, pois é mais divertido dizimar civilizações inteiras do q tocar o coração dos homens. Inspire um livro em q a crença em seu filho, um zumbi judeu de 2000 anos, q era você mesmo, nascido duma mulher casada q nunca fez sexo, pode fazer você viver para sempre se você simbolicamente comer sua carne (um pedaço de pão) e beber seu sangue (um copo de vinho), e telepaticamente lhe disser q o aceita como seu mestre para q ele remova uma maldição q ele mesmo colocou em ti, pq uma mulher feita da costela de um homem q foi feito de barro, foi convencida por uma cobra falante a comer uma fruta mágica proibida. Exija ainda, amor, respeito, bondade, tolerância, mas ao mesmo tempo conte seus feitos com mortes violentas, guerras, incestos, pragas punitivas, etc., etc., etc. Crie uma vertente da raça q você criou para ser escravizada por outra. Crie ainda outra e os denomine de fanáticos e esses serão os principais responsáveis por desacreditar toda a sua existência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro amigo, eu não quero estar na sua pele quando você morrer. Mas de uma coisa eu tenho certeza... Você não vai morrer enquanto Você não conhecer à VERDADE de Deus - Jesus. Isso é preciso para que no Grande dia que há de vir Você não diga ao filho de Deus que não teve oportunidade, e que ninguém nunca lhe mostrou o Evangelho de Jesus Cristo

      Eliminar
  11. a biblia é perfeita:
    -o diabo tentou a jesus e jesus nao deu ouvidos a ele(o diabo disse que "tudo o que jesus via do alto do monte seria dele".por que "deus-jesus" iria ficar tentado se ele é deus e tem todas as coisas que quiser ?).
    -o diabo tentou deus no livro de Jó ,e deus caiu na labia do diabo destruindo tudo o que Jó tinha só pra provar ao diabo o que ele afirmava.
    Porra deus nao da pra se decidir se tu pode ser enganado pelo diabo ou nao?

    ResponderEliminar
  12. 7 argumentos que se resumem numa única falácia: O Deus das lacunas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus é lacunar. Dante, perfeito.

      Eliminar
    2. Deus é lacunar? A pseudociência tem colocado tudo nas lacunas desde primatas que nunca foram achados a et e Deus é lacunar? Pior argumento! Fico com Isaac Newton. Fico com Michio Kaku. Deus é um grande matemático!

      Eliminar
  13. a biblia é perfeita:
    -adao e eva nao sabiam o que era pecado antes de comer o fruto proibido mas mesmo assim foram castigados por terem feito algo que eles nao sabiam que estavam fazendo porque nao sabiam o que era pecado.
    é a mesma coisa que você cortar os dedos do seu bebezinho por ele ter enfiado o dedo na tomada,mesmo depois de você ter dito a ele que ele nao podia pois era perigoso.a porra de um bebe nao sabe o que é perigoso ,como vai aprender sendo penalizado por algo que nao sabe,sendo que só vai saber depois que levou choque .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus é Pai. um pai ama o seu filho, mas não deixa de corrigi-lo, porque o ama. Leio a bíblia, e cada vez que eu leio amo mais à Deus, e creio cada vez mais na sua existência. Quando um pai repreende a seu filho, muitas vezes para o filho o seu pai é ruim, incompreensível, lhe quer o mal simplesmente por não fazer o que seu filho quer. Só quando passamos a conhecer mais o nosso pai, e a ter confiança nele, percebemos que por mais ruim que nos pareça, sua repreensão é certa e agradável. Assim também é com Deus. Só perceberemos que Deus é Bom, e é Amor, quando conhecermos profundamente a ele.

      Eliminar
  14. O argumento de que o olho humano é "o resultado esmerado de variação e seleção", só pode ser defendido por meio de uma fé inabalável na cosmovisão naturalista. A complexidade do olho de um simples trilobita, por exemplo, já é suficiente para derrubar o absurdo desta pretensiosa alegação evolucionista. Não há nada pré-cambriano que se assemelhe ao projeto extremamente sofisticado de um trilobita, aliás a explosão cambriana e a existência de fósseis vivos são evidências suficientes para desmascarar a religião do darwinismo, cuja permanência se deve ao lobby ateísta.

    ResponderEliminar
  15. 1º O que faz um artigo deste tipo num site de "Ciencia" ? a Ciencia é Agnostica! Leiga!

    2º Sou ateu porque realmente fiz esta pergunta: "E quem criou Deus"

    deixem la de acreditar em tretas escritas por pastores ha uns milhares de anos que serao muito mais felizes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o meu amado , a teoria e clara "no principio criou DEUS o ceu ea terra " , Deus eo principio de tudo Deus eo verbo , Deus e majestoso meu querido "" e respondendo sua 2 pergunta .. primeiro o criador depois a criação " ok ? primeiro DEUS depois a terra e tudo oque nela ha .... entao e isso meu querido fique com DEUS ele te ama e te espera de braços abertos mas desvenda esses olhos ai en nao querer enchergar a verdade que eo evangelho ea palavra de DEUS

      Eliminar
    2. Meu amigo, a ciência não é agnóstica, ele busca a verdade. O criador sempre existiu. Mas pra vc é mais fácil achar que um universo tão complexo e perceito veio do nada por acaso, e seu smartphome que comprado com a natureza é super simples foi criado por alguem.

      Eliminar
    3. Meu amigo, a ciência não é agnóstica, ele busca a verdade. O criador sempre existiu. Mas pra vc é mais fácil achar que um universo tão complexo e perceito veio do nada por acaso, e seu smartphome que comprado com a natureza é super simples foi criado por alguem.

      Eliminar
  16. Tudo que se conceitua e se nomeia se limita, vira coisa dominada. Por isso não sei quem é meu Deus e minha preocupação com Deus é a mesma de uma célula com o organismo que a compõe. Minhas células não me conhecem e Por que cuido delas, porque elas me fazem ser. Esse Deus enlatado que a ciência e a religião pretende vender é fantasia. É impossível o homem conhecer a Deus como o é para minhas células me conhecerem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apenas vivo em função do que me cerca e estou aberto ao que me alimenta conscientemente ou não. Deus é infinitamente macro e infinitamente micro. Essa é a definição de quem não conhece Deus. E me preocupo tanto quanto as coisas da natureza se preocupa com Deus. Apenas me ocupo.

      Eliminar
  17. uma pergunta? o que VEM antes de A e depois der Z ?
    ELE DISSE EU SOU O ALFA E O OMEGA O PRINCIPIO E O FIM!

    ResponderEliminar
  18. Para os que se denominam "Ateus"...
    A teoria do big bang foi derrubada recentemente, uma vez que de acordo com a mesma, no princípio existia o Vácuo (ausência de TUDO) COMO SE SURGE UM UNIVERSO COMPLEXO ? De uma molécula inexistente? Já que o Vácuo é o nada?! De onde ela veio se até os cientistas disseram que no princípio não existia nada? Vcs conhecem a NASA ? Lá existem Câmaras de vácuo.... É a mesma coisa que dizer que lá terá uma explosão e nascerá um clone exatamente igual de tudo que existe... Muitos ateus odeiam Deus! Porém como podemos odiar algo que não acreditamos ser existente?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você Thalia Gomes.

      Eliminar
    2. Sabe o que é vácuo quântico, derrubada.
      Radiação de fundo entre outras evidências.
      Mas claro, somente com uma análise baixa ela foi derrubada.

      Eliminar
    3. Sabe o que é vácuo quântico, derrubada.
      Radiação de fundo entre outras evidências.
      Mas claro, somente com uma análise baixa ela foi derrubada.

      Eliminar
  19. Não acho que Ateus odeiem a DEUS, oque eles odeiam no meu ponto de vista é a escravidão em que o homem se coloca em função desta fé cega de algo que não existem comprovadamente.
    Por fé na existência Deus existem guerras, por fé na existência de Deus as pessoas se acomodam e hoje o tal pecado passou a ser pré pago, Primeiro se pede perdão depois se comete o mesmo erro perdoado antes...Outra coisa algumas perguntas que tenho em particular são: Quem criou o mundo? Quem criou os Anjos? Quem criou o sentimento? quem criou o pecado? quem criou o demônio? por que EU tenho que ser condenado se não quiser ser submissa? Por que as mulheres eram tão rebaixadas na bíblia? e esta questão de quem criou Deus pouco me importa já que o que me interessa questionar é o por que do sofrimento humano...

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  21. Será que tudo que tem nome existe?

    ResponderEliminar
  22. Na verdade nós mortais não sabemos de nada. Muitas coisas deus revelara na sua vinda. Não temos capacidade para saber essas coisas. Mas sei que deus senpre existiu. Ele é trindade o que significa que e o único. não existe ninguém acima dele. Ele sempre existiu. E você pergunta como assim? Ele é infinito pode fazer qualquer coisa. E ainda tem gente que não acredita. Nele. Seu poder e infinito. Ele nos ama. E justo. Confie nele. E não nesses argumentos humanos.

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  24. This article is very interesting for me. Great that are such blogs.

    ResponderEliminar