Descoberto o maior número primo


http://www.ciencia-online.net/2013/02/descoberto-o-maior-numero-primo.html
O maior número primo foi descoberto e tem 17.425.170 dígitos. O novo número primo esmaga o último descoberto em 2008, que tinha 12.978.189 dígitos.

O número - 2 elevado à potência de 57.885.161 menos 1 - foi descoberto por Curtis Cooper, matemático da University of Central Missouri, como parte de uma gigantesca rede de computadores voluntários dedicados a encontrar números primos, semelhante a projetos como o SETI@Home, que baixa e analisa dados de radiotelescópio para pesquisa de inteligência extraterrestre. 

A rede, chamada o Great Internet Mersenne Prime Search (GIMPS) junta cerca de 360.000 processadores que operam 150 triliões de cálculos por segundo. Este é o terceiro número primo descoberto por Cooper. "É análogo a escalar o Monte Everest", disse George Woltman, cientista de computação, que foi um dos fundadores do GIMPS.

Além disso, o número é o 48º exemplo de uma classe rara de números chamados primos Mersenne. Os primos de Mersenne tomar a forma de dois elevado à potência de um número primo menos 1. Desde que foram descritos pelo monge francês Marin Mersenne, há 350 anos, apenas 48 desses números indescritíveis foram encontrados, incluindo a mais recente descoberta.

Depois do primo ter sido descoberto, foi verificado duas vezes por vários outros pesquisadores que usaram outros computadores. Enquanto a forma intuitiva para procurar primos seria dividir cada candidato potencial ao número cada vez único menor do que si, isso seria extremamente demorado, disse Woltman. "Se você tivesse que fazê-lo dessa forma seria necessário mais tempo do que a idade do universo", disse ele.

Em vez disso, os matemáticos desenvolveram uma estratégia muito mais inteligente, que reduz drasticamente o tempo para encontrar números primos. Esse método usa uma fórmula para verificar muito menos números. A nova descoberta torna Cooper elegível para um prémio de investigação da GIMPS no valor de $ 3.000.
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário