Onde está a dor no cérebro? Imagiologia fornece pistas


http://www.ciencia-online.net/2013/04/onde-esta-dor-no-cerebro-imagiologia.html
Os médicos têm de se basear nos pacientes para lhes dizer quando "dói", mas um novo estudo sugere que as varreduras do cérebro poderiam fornecer uma maneira objetiva de medir a dor.

No estudo, os pesquisadores identificaram um padrão de atividade cerebral - uma "assinatura" - ligada à dor física. A assinatura pode ser usada como uma ferramenta objetiva para avaliar a dor, disseram os pesquisadores. 

Isto pode ser útil no tratamento de pacientes que não podem comunicar-se, ou aqueles cujos relatos de dor são postas em causa. As assinaturas também podem ser usadas ​​para estudar a forma como um tratamento da dor é eficaz.

No estudo, os pesquisadores, por meio de varreduras cerebrais, foram capazes de distinguir com precisão entre as pessoas com dor de calor, pessoas a experienciar apenas calor, ou pessoas a experimentar dores emocionais de uma separação recente. Com quanto mais dor física uma pessoa estava, mais pronunciada era a assinatura. Além do mais, a assinatura era reduzida em pessoas que tomavam medicamentos para a dor.

No entanto, muito mais pesquisa é necessária antes que esta técnica possa ser usada num consultório médico. O estudo envolveu pessoas saudáveis, por isso não está claro se os resultados se aplicam às pessoas que experimentam a dor como resultado de uma condição física. A assinatura da dor também pode ser diferente, dependendo do tipo de dor e onde está no corpo de uma pessoa.

O estudo envolveu 114 pessoas nos 20 anos, que tiveram seus cérebros escaneados enquanto foram expostos a várias intensidades de calor, tendo avaliado a sua dor numa escala de 1 a 9. Para gerar uma sensação de dor, os participantes usavam um dispositivo semelhante a uma placa de aquecimento, o que proporcionou uma sensação de calor, sem danificar a pele. Alguns dos participantes que haviam passado recentemente por uma separação também viram imagens de seu ex-companheiro durante uma varredura do cérebro.

Os pesquisadores, então, olharam para os padrões específicos através de todo o cérebro, que poderiam predizer a dor que os participantes foram experimentando. Na procura de padrões, os pesquisadores incluíram áreas do cérebro anteriormente conhecido por estarem associadas à dor. No seu melhor, a assinatura pode distinguir entre aqueles que sentem dor e aqueles que experimental somente calor em cerca de 98 a 100% das vezes.

Ao comparar a dor física contra a emocional de uma separação, a assinatura poderia identificar corretamente aqueles que experimentam a dor física em 85% do tempo, e excluir aqueles que sentiam dor emocional 73% das vezes. Dado que as áreas do cérebro envolvidas na dor também estão envolvidos em muitas outras atividades, os pesquisadores ficaram surpresos pela forma como a assinatura poderia distinguir a dor de outros sentimentos.

Com mais trabalho, os pesquisadores esperam que as assinaturas possam ser usadas para ajudar os cientistas a entender melhor o que está a acontecer no cérebro quando as pessoas experimentam diferentes tipos de dor, disseram os pesquisadores. O estudo foi publicado ontem (11 de abril) no New England Journal of Medicine.
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário