Arqueólogos afirmam ter encontrado um pedaço da cruz de Jesus

1
Arqueólogos afirmam ter encontrado um pedaço da cruz de Jesus

Arqueólogos que trabalham no local de uma antiga igreja na Turquia acreditam que podem ter encontrado uma relíquia da cruz de Jesus.
A relíquia foi descoberta dentro de uma caixa de pedra, descoberta nas ruínas da Igreja Balatlar, um edifício do século VII, em Sinop, na Turquia, situado nas margens do Mar Negro.

"Nós descobrimos uma coisa santa num baú. E é um pedaço de uma cruz", afirma a arqueóloga Gülgün Köroğlu, em entrevistaa ao Hurriyet Daily News. Ela exibiu um pedaço de pedra com uma pequena cruz esculpida a repórteres no local.

"Esta caixa de pedra é muito importante para nós. Ele tem uma história e é o artefato mais importante que desenterraram até agora", disse Köroğlu. A pedra foi levado para um laboratório para um estudo mais aprofundado, relatou a NBC News.

Arqueólogos afirmam ter encontrado um pedaço da cruz de Jesus


A cruz em que Jesus foi crucificado tem sido objeto de muito interesse religioso, bem como alguma controvérsia. Numerosas igrejas ao redor do mundo afirmam possuir uma pequena relíquia da cruz de madeira, mas a autenticidade das relíquias é posta em dúvida por alguns críticos.

O teólogo protestante Calvino, um famoso cético de reliquias religiosas do século 16, como a, comentou certa vez que "se todas as peças que poderiam ser encontrados foram coladas juntas, elas iriam dar para fazer não uma cruz mas um grande navio de carga".

Outras supostas relíquias cristãs, incluindo um ossário com 2000 anos decorado com esculturas obscuras que foi descoberto pela primeira vez em 1981, também são originam controvérsia.

O ossário, por vezes referido como o "Ossário Jonas", porque uma escultura parece mostrar um peixe a engolir um homem (como Jonas, a figura bíblica que foi engolida por uma baleia), foi inicialmente anunciado como o mais antigo artefato cristão conhecido. 

Mais tarde, análises de estudiosos clássicos e bíblicos, no entanto, revelaram que muitos dos símbolos cristãos supostamente eram apenas marcas aleatórias ou esculturas decorativas que foram mal interpretadas.

A equipe de Köroğlu tem vindo a trabalhar na Igreja Balatlar desde 2009. A sua escavação arqueológica rendeu algumas surpresas, incluindo mais de mil esqueletos humanos. A igreja, construída no ano de 660, também tem frescos nas suas paredes representando Jesus, Maria e os Apóstolos.

Enviar um comentário

1Comentários
  1. Muito boa matéria, parabéns muito importante o trabalho desses arqueólogos que vem descobrindo verdadeiros mistérios, principalmente da religião.
    http://www.acaradevitoria.com.br/

    ResponderEliminar
Enviar um comentário