A Lua é 100 milhões de anos mais jovem do que se pensava (com videos)

A Lua é 100 milhões de anos mais jovem do que se pensava


A lua é um pouco mais jovem do que os cientistas acreditavam anteriormente, sugere uma nova pesquisa.

A principal teoria da formação da lua sustenta que ela foi criada quando um planeta misterioso - do tamanho de Marte ou maior - bateu na Terra há cerca de 4560 milhões anos, logo após o sistema solar se unir. 

Mas novas análises das rochas lunares sugerem que a Lua, que provavelmente se fundiu dos escombros que pairavam no espaço devido a este impacto monstruoso, tem na verdade entre 4,4 mil milhões e 4,45 mil milhões de anos.

A descoberta, que torna a lua 100.000.000 de anos mais jovem do que se pensava, poderá reformular a compreensão da Terra primitiva, bem como do seu satélite natural, disseram os pesquisadores.

"Há várias implicações importantes desta formação tardia da lua que ainda não foram elaborados", disse em comunicado Richard Carlson, do Instituto Carnegie para a Ciência, em Washington. "Por exemplo, se a Terra já era diferenciada antes do impacto gigante, o impacto terá arrancado a atmosfera primordial que se formou a partir desta época anterior da história da Terra?" 


Carlson apresentou os novos resultados esta segunda-feira (23 de setembro), em Londres, numa reunião organizada pela Royal Society chamado "Origin of the Moon". Os cientistas sabem a idade do sistema solar (4.568.000.000 anos) muito bem. 

E eles podem deduzir os tempos de formação de corpos relativamente pequenos, tais como asteróides, precisamente, também, observando quando esses objetos se fundiram, uma consequência, em parte, do calor gerado pela colisão e fusão destes objetos.

Por exemplo, a análise dos meteoritos que vieram do asteróide Vesta revelam que a rocha espacial de 530 quilómetros de largura tem 4.565.000.000 anos de idade. O Vesta resfriou de forma relativamente rápida e é muito pequeno para ter retido o calor interno suficiente para impulsionar ainda mais a fusão ou o vulcanismo, explicou Carlson.


Mas é mais difícil apontar a idade dos corpos maiores do sistema solar, disse ele. "Pergunte a mesma pergunta à Terra ou à Lua, e você não obterá uma resposta muito precisa", disse Carlson. "A Terra provavelmente levou mais tempo a crescer até ao tamanho máximo em comparação com um pequeno asteróide, como o Vesta, e cada passo no seu crescimento tende a apagar, ou pelo menos a dificultar, a memória de eventos anteriores".

Cientistas continuam a obter estimativas cada vez melhores, no entanto, enquanto aperfeiçoam as suas técnicas e a tecnologia melhora. E essas estimativas estão a empurrar a data de formação da Lua mais para a frente no tempo.

A lua é pensada ter abrigado um oceano global de magma logo após a sua formação dramática. Atualmente, a idade mais precisa determinada para as rochas lunares que surgiram a partir desse oceano é de 4.360 milhões de anos, disseram os pesquisadores.

E aqui na Terra, os cientistas encontraram sinais em vários locais de um evento de grande fusão que ocorreu há cerca de 4.450 milhões de anos. Assim, a evidência é de que a catastrófica colisão que formou a lua e remodelou a Terra, ocorreu por volta desse tempo, em vez de há 100 milhões de anos antes, disseram os pesquisadores.
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário