Descoberta antiga cidade rural em Israel

Descoberta antiga cidade rural em Israel
Nos arredores de Jerusalém, os arqueólogos descobriram os restos de uma  aldeia rural com 2300 anos que remonta ao período do Segundo Templo, anunciou a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA).

O terreno, cobrindo cerca de 750 metros quadrados, revelou vielas estreitas e algumas casas de pedra unifamiliares, cada uma contendo vários quartos e um pátio aberto.

Entre as ruínas, os arqueólogos também encontraram dezenas de moedas, panelas, ferramentas de moagem e frascos para armazenar óleo e vinho.

"Os quartos geralmente serviam como salas residenciais e de armazenamento, enquanto as tarefas domésticas eram realizados nos pátios", disse Irina Zilberbod, diretora de escavação. [Terra Santa: 7 surpreendentes achados arqueológicos]

Os arqueólogos não sabem como a cidade teria sido chamada nos tempos antigos, mas fica perto da lendária estrada Burma, uma rota que conduzia alimentos para Jerusalém durante a Guerra de 1948 entre os árabes e israelenses.

A vila rural, localizada num cume com uma visão clara da paisagem envolvente, e as pessoas que habitavam a região durante o período do Segundo Templo provavelmente cultivavam pomares e vinhas para ganhar a vida, disseram funcionários do IAA.

O período do Segundo Templo (538 AC a 70 DC) refere-se ao tempo de vida do templo judeu que foi construído no Monte do Templo de Jerusalém para substituir o Primeiro Templo, depois de ter sido destruído.

A evidência arqueológica sugere que esta vila provincial atingiu o seu auge durante o século III AC, quando a Judeia estava sob o controle da monarquia selêucida após a dissolução do império de Alexandre, o Grande.

Os moradores parecem ter abandonado a cidade no fim da dinastia dos Hasmoneus - quando Herodes, o Grande, chegou ao poder em 37 AC - Talvez para perseguir melhores oportunidades de trabalho na cidade no meio de uma crise económica.

A descoberta foi feita durante uma escavação de salvamento dentro de um projeto de construção que começou no ano passado, com um gasoduto com 35 km de extensão que deveria passar pelo local, mas os planos de engenharia foram revistos para contornar as ruínas, disseram autoridades IAA.

Escavações de salvamento são comuns em Israel para evitar a construção sobre locais antigos. Por exemplo, mosaicos de igrejas bizantinas notavelmente bem preservados foram revelados recentemente à frente da construção de um parque, e uma antiga estrada romana que liga Jerusalém a Jafa foi descoberta antes da instalação de um tubo de drenagem. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário