Violinista toca durante cirurgia ao cérebro (com video)

1
Violinista toca durante cirurgia ao cérebro (com video)
O músico Roger Frisch foi submetido a estimulação cerebral profunda para corrigir tremores nas mãos e tocou violino durante todo o processo.

Em qualquer outra profissão os tremores não seriam notados, mas num concerto do violinista Roger Frisch, os tremores foram devastadores.

Em 2009, após 40 anos de trabalho como músico profissional, Roger descobriu que já não podia tocar suavemente.

Ele concordou em submeter-se a estimulação cerebral profunda no Mayo Clinic Neural Engineering Lab para tentar corrigir o problema.

A estimulação cerebral profunda é uma técnica usada para ajudar as pessoas com a doença de Parkinson, distonia (distúrbio de movimento neurológica) e tremores essenciais, bem como as pessoas que sofrem de TOC, depressão ou dor crónica.

Durante o procedimento, os cirurgiões colocaram eléctrodos no interior das partes mais profundas do cérebro e usaram impulsos eléctricos para modificar as respostas neurológicas. Cirurgiões implantaram os eléctrodos no tálamo de Roger enquanto ele ainda estava acordado.



Não há receptores de dor no cérebro por isso os pacientes estão sempre consciente durante uma cirurgia ao cérebro para que os médicos possam monitorizar a sua condição. No caso de Roger, os cirurgiões estavam preocupados no local de colocação dos eléctrodos.

Kevin Bennet, engenheiro neural da Mayo Clinic, inventou uma maneira inteligente para detectar se os eléctrodos estavam a funcionar. Ele projetou um aparelho de violino que Roger poderia jogar durante a cirurgia para que os médicos pudessem medir os movimentos anormais em tempo real.

Roger tocou enquanto os médicos inseriram o primeiro fio no seu cérebro e dispararam o choque de eletricidade. Roger disse que sentiu a diferença e consentiu que um segundo fio fosse inserido, o que fez o truque e parou os seus tremores.

Três semanas após a cirurgia, Roger estava de volta ao trabalho a tocar o seu violino como se nada tivesse acontecido. Ele vai ter um dispositivo de pacemaker que controla a quantidade de estímulos necessários no seu cérebro para a vida. [Sciencealert]
Temas

Enviar um comentário

1Comentários
  1. A tradução deixou a desejar meu rapaz... Mas a reportagem é interessante

    ResponderEliminar
Enviar um comentário