10 razões que indicam que vamos vencer as mudanças climáticas

10 razões que indicam que vamos vencer as mudanças climáticas
Atualmente parece que o mundo está a aquecer de forma irreversível. Notícias divulgadas a nível mundial dão conta de um aparentemente irreversível aquecimento global.

De igual forma, todos temos noção das dificuldades na negociação de um possível acordo global para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Mas, apesar da concentração de dióxido de carbono na atmosfera ter atingido níveis recordes nos últimos meses, nunca vistos antes nos últimos 800 mil anos, nem tudo está perdido.

Existem algumas soluções e respostas alternativas para minimizar o impacto das mudanças climáticas. O The Guardian, listou 10 motivos para que possamos ser otimistas em relação a mudanças positivas no atual cenário.

1. Obama e o plano histórico contra mudanças climáticas


Depois de uma longa espera, o presidente americano começou a preocupar-se com o clima global, tendo anunciado em 2013 o plano em que impôs a redução da emissão dos gases de efeito estufa. Recentemente inviabilizou novos investimentos em termoelétricas a carvão mineral.

2. Encerramento das usinas de carvão na China


Sendo o maior emissor mundial de carbono, a China divulgou no final de julho o encerramento da primeira de quatro usinas térmicas a carvão em Pequim. Um plano para os próximos cinco anos prevê que a mesma medida seja tomada noutras províncias do país.

3. Redução do custo da energia solar


Estima-se que entre 2007 e 2012 os custos de fabricação de painéis fotovoltaicos caíram entre 70% e 80%, mostrando uma tendência para o cada vez menor custo deste tipo de tecnologia bem mais amiga do ambiente que as alternativas comuns.

4. Investimentos em combustíveis fósseis estão a cair


Ao lançar campanha para incentivar formas mais limpas de energia, o governo americano conseguiu fazer com que muitas empresas e investidores retirassem dinheiro de companhias de combustíveis fósseis. Hoje em dia nenhuma empresa quer ter a sua marca ligada a impactos ambientais.

5. Mulheres de Bangladesh trabalham como técnicas solares


O Bangladesh é um dos mercados que mais cresce neste setor. Já são dois milhões de casas com painéis solares. E as mulheres no país, que sempre trabalharam em condições desumanas, são a grande força por trás deste setor.

6. A hora das energias renováveis


Segundo a REN21 (Renewable Energy Policy Network for the 21st Century), em 2013 o investimento em projetos renováveis foi de 268 bilhões de dólares, cinco vezes maior do que o investimento em 2004.

7. Casas europeias já usam menos energia


Construções sustentáveis, materiais recicláveis, eletrodomésticos que gastam menos energia e práticas com menor impacto ambiental têm sido grandes aliados na redução da pegada de carbono. Na Europa o consumo residencial de energia caiu 15% entre 2000 e 2011.

8. Negócios menos poluentes


Para serem sustentáveis, as empresas precisam de investir na economia verde. Pouco mais da metade das 100 maiores companhias americanas conseguiram reduzir a sua pegada de carbono em 58 milhões de megatoneladas em 2012, comprovou estudo do WWF/Ceres.

9. A escassez do petróleo


Atualmente é cada vez mais difícil e dispendioso encontrar petróleo. As grandes multinacionais têm investido quantidades exorbitantes para extrair o combustível fóssil. O preço sobe e a popularidade desta fonte suja continua a cair.

10. Mais carros elétricos nas ruas


Apesar desta ainda ser uma realidade distante da vida brasileira, a nível global a venda de carros elétricos tem dobrado anualmente. Estima-se que até ao final de 2015, circulem mais de um milhão de veículos elétricos no mundo. [info]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Que planeta é esse que ele ta falando?

    ResponderEliminar
  2. se n ajudarem o planeta alguem vai levar tau tau

    ResponderEliminar