Descoberto planeta com sistema de anéis colossal

Descoberto planeta com sistema de anéis colossal

Astrônomos descobriram um sistema planetário com anéis com uma proporção tal que faz com que os anéis de Saturno pareçam insignificantes.


Trata-se da descoberta do primeiro sistema planetário com anéis fora do Sistema Solar. Ele tem um diâmetro 200 vezes maior do que os de Saturno.

Os anéis formaram-se em torno de um exoplaneta jovem gigante chamado J1407b, e são os primeiros do seu tipo a serem encontrados fora do nosso Sistema Solar.

Os anéis foram descobertos em 2012, graças a uma equipe liderada por Eric Mamajek da Universidade de Rochester, nos EUA, mas na época, eles não tinham como saber o quão grande eles eram.

Desde então eles uniram-se com pesquisadores liderados por Matthew Kenworthy, do Observatório de Leiden, na Holanda, para analisar 30 anéis individuais para finalmente perceber a verdadeira dimensão destas belezas concêntricas.

Cada anel tem dezenas de milhões de quilômetros de diâmetro, e as lacunas entre eles sugerem que satélites inteiros - ou 'exoluas' - ter-se-ão formado lá, assim como as muitas pequenas luas "pastor" de Saturno.

O diâmetro de todo o sistema tem cerca de 120 milhões quilómetros de comprimento. "Este planeta é muito maior do que Júpiter ou Saturno, e o seu sistema de anéis é cerca de 200 vezes maior do que os anéis de Saturno", disse Mamajek em comunicado de imprensa.

O planeta está muito longe para se poderem ver os anéis diretamente, portanto, em vez disso, a equipe analisou dados captados pelo projeto SuperWASP - uma técnica que detecta os gigantes gasosos a mover-se na frente da sua estrela-mãe.

Em 2012, Mamajek viu eclipses ímpares movendo-se em frente de uma jovem estrela, chamada J1407, e sugeriu que talvez fossem causados por um disco de formação de lua que se formou em torno de um novo planeta.

Agora, usando técnicas de imagem, como a espectroscopia Doppler para estimar a massa do objeto rodeado, os pesquisadores descobriram que a estrela J1407 provavelmente tem um planeta, a que eles chamaram J1407b.

O artigo da equipe de pesquisa foi aceite para publicação no Astrophysical Journal. Os pesquisadores também descobriram que o sistema de anéis deste super-Saturno provavelmente contém o valor de uma Terra em massa flutuante de partículas e poeira.

Nos dados os astrônomos encontraram pelo menos uma lacuna limpa na estrutura do anel, que é mais claramente definida no novo modelo. "Uma explicação óbvia é que um satélite se formou e criou essa lacuna", diz Kenworthy.

"A massa do satélite poderia estar entre a da Terra e de Marte. O satélite terá um período orbital de cerca de dois anos ao redor de J1407b", acrescentou. Aqui está um modelo de computador que se encaixa na curva de luz da estrela J1407, como visto nos dados SuperWASP. [Sciencealert]

PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário