Estrela passou rente ao nosso Sistema Solar há 70.000 anos

Estrela passou rente ao nosso Sistema Solar há 70.000 anos

De acordo com uma nova pesquisa, uma estrela externa passou rente ao nosso Sistema Solar há 70.000 anos atrás.


Ela passou muito perto, pelo menos em termos astronômicos: a pesquisa indica que há 70 mil anos atrás, uma estrela fraca passou a uns meros 8 trilhões de quilômetros do nosso sistema solar.

Essa distância é cerca de um quinto da distância do sistema solar a Proxima Centauri, a estrela atualmente mais próxima do nosso sistema estelar. Ela ficou mais próxima que qualquer estrela já chegou ao nosso sistema.

O artigo foi publicado a 12 de fevereiro no The Astrophysical Journal Letters. A pequena estrela anã vermelha foi descoberta em 2013 pelo astrônomo alemão Ralf-Dieter Scholz, de acordo com uma declaração escrita divulgada pela Universidade de Rochester.

A anã vermelha tem uma massa de cerca de 8 por cento a do sol. Quando os astrônomos notaram que a estrela e a sua companheira anã marrom ainda menos massiva estavam se movendo muito lentamente através do céu, eles decidiram estudá-la.

"A maioria das estrelas próximas mostrar um maior movimento tangencial", disse Eric Mamajek, professor associado de física e astronomia da universidade e principal autor do artigo descrevendo a pesquisa. "O pequeno movimento tangencial e proximidade indicou inicialmente que a estrela estaria a mover-se em direção a um futuro encontro com o sistema solar, ou que tinha recentemente chegado perto do sistema solar e foi se afastando".

Para descobrir se a estrela estava indo ou vindo, uma equipa de astrónomos fez medições detalhadas usando telescópios na África do Sul e no Chile, de acordo com o artigo. Com certeza, os dados sugerem que a estrela está se afastando do nosso sistema solar. Os cientistas seguiram a trajetória de volta no tempo, e os seus modelos localizaram a distância e data do próximo encontro.

A estrela de Scholz certamente passará pelo exterior da Nuvem de Oort, uma região cheia de cometa no espaço na borda do sistema solar. Mas a estrela aparentemente terá tido um efeito negligenciável sobre os cometas no local.

"Existem trilhões de cometas na nuvem de Oort e, provavelmente, alguns deles foram perturbados por este objeto", disse Mamajek à BBC News. "Mas até agora parece improvável que esta estrela, na verdade, tenha desencadeado uma chuva de cometas significativa". [HuffPost]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário