Leite materno protege contra infecções

0
http://www.ciencia-online.net/2013/05/leite-materno-protege-contra-infeccoes.html


O leite humano responde rapidamente para proteger a criança quando há uma infecção nas mães ou bebés, de acordo com uma nova pesquisa internacional liderada pela Universidade da Austrália Ocidental.

A pesquisa ajuda a explicar a razão pela qual os bebés que são exclusivamente amamentados têm menos infecções. Num artigo publicado na revista Clinical and Translational Immunology, o principal autor, Foteini Hassiotou e seus colegas da Universidade da Austrália Ocidental e da Universidade de Freiburg, na Alemanha mostram como o número de células do sistema imunológico (leucócitos) mudam no leite materno durante o curso da amamentação, bem como em resposta à infecção materna e infantil.

A equipa recrutou 21 mães que amamentam e seus bebés em diferentes fases de lactação, a partir de alguns dias após o nascimento até vários anos em lactação. Os pesquisadores primeiro estabeleceram o intervalo normal de leucócitos no leite de mães saudáveis ​​e bebés. Eles, então, descobriram que os leucócitos no leite materno aumentavam rapidamente quando a mãe ou o bebê tinham uma infecção e voltavam aos níveis normais quando a infecção tinha acabado. 

Notavelmente, esta resposta também foi observada quando somente o bebê tinha uma infecção, e a mãe era assintomática, reforçando a importância do aleitamento materno para a proteção do bebé. "Em lugares onde as famílias não têm acesso fácil aos medicamentos, especialmente nos países em desenvolvimento, a amamentação pode ser um fator determinante na recuperação e sobrevivência infantil", disseram os autores do estudo.

O estudo também descobriu que a amamentação exclusiva foi associada a um nível de base maior de leucócitos no leite materno em condições saudáveis. Isso pode ser por causa do tempo de amamentação em geral sobre os seios e sugere que os bebés que não são amamentados exclusivamente recebem não apenas volumes mais baixos de leite materno, mas também de leite materno que contém menos leucócitos.

Hassiotou e seus colegas apontam que o aleitamento materno humano é o único órgão metabolicamente significativo do corpo para o qual não existe um exame médico - ainda que as tetas de vaca sejam frequentemente testadas. A medição dos níveis de leucócitos do leite materno proporciona agora uma nova ferramenta de diagnóstico para a saúde da mama em lactação e do lactente.
Temas

Enviar um comentário

0Comentários
Enviar um comentário (0)