O que existiu antes do Big Bang? (com video)

O que existiu antes do Big Bang?


Há cerca de 13,7 mil milhões de anos todo o universo existia de uma forma muito diferente da que conhecemos hoje, existia enquanto singularidade – um ponto infinitamente quente e denso. 

A principal tese que explica a forma como o universo veio a existir, a Teoria do Big Bang, afirma que toda a matéria do cosmos estava compactada nesse ponto, que era menor do que uma partícula subatómica.

Quando se pensa acerca disso, uma questão ainda mais difícil de responder emerge inevitavelmente: O que existia antes do Big Bang? A questão em si já foi discutida séculos antes da cosmologia moderna existir. 

No século IV, o teólogo Santo Agostinho lutou com a natureza de Deus antes da criação do universo. Qual foi a sua resposta? O tempo era parte da criação de Deus, e simplesmente não havia um “antes”.

Albert Einstein, armado com todo o conhecimento que ele próprio ajudou a criar, no século passado, chegou a conclusões muito parecidas com a sua teoria da relatividade. Basta considerar o efeito da massa no tempo. 


Um planeta muito massivo entorta o tempo – tornando o tempo um pouco mais lento para um ser humano na superfície da Terra do que para um satélite em órbita. A diferença é muito pequena para ser percebida, mas o tempo ainda corre mais lentamente para alguém de pé ao lado de uma grande pedra do que para uma pessoa sozinha num campo. 

A singularidade anterior ao Big Bang continha em si toda a massa do universo, isto é, o tempo simplesmente não existia. Seguindo essa linha racional, o título deste artigo é fundamentalmente errado. 

De facto, o tempo só passou a existir, segundo a teoria da relatividade de Einstein, juntamente com a ocorrência da singularidade primordial que se expandiu até ao seu tamanho e formato atual. Logo, nada havia antes do Big Bang porque simplesmente não havia tempo para algo poder ser criado.

Mas tal afirmação encerra a questão? É óbvio que não. Esta temática constitui um eterno dilema cosmológico que continuará atual e a deixar a cabeça dos cientistas em água. De facto, já nas décadas seguintes à morte de Einstein, a emergência da física quântica juntamente com uma série de novas teorias ressuscitaram perguntas sobre o universo antes da ocorrência do Big Bang.

Nesse sentido, outras teorias foram propostas para tentar responder a esse dilema. Talvez um dia o nosso universo vá parar de se expandir e começar a contrair-se até toda a matéria estar novamente compactada, formando um eterno ciclo de Big Bangs. 

Ou, por outro lado, outros físicos acreditam e defendem a ideia de Multiverso, que defende a existência de diversos Universos, sendo o nosso fruto da interação entre dois outros universos. [HowStuffWorks]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Legal o tópico mas, quando já vem um retardado mental, demônio, desgraçado, acéfalo, fanático religioso dizendo: "AI MAIXXX NÃO FOI O BIG BANG QUE FORMOU O UNIVERXO, FOI DEUXXXX!!!" Eu já sinto vontade de me suicidar enfiando uma lata de sardinha no meu ânus. Eles não sabem diferenciar religião de ciência e a pior coisa, é que, ao invés deles simplesmente se fuderem com o tempo deles, ele perdem a porra desse tempo para falar coisas retardadas no computador sem nem ao menos levar em consideração milhares de anos em estudo que a humanidade levou para conseguir formular teorias. É por isso que eu odeio religião, eu acredito em Deus e sei que ele existe, acredito até que ele esteja por detrás de tudo o que conhecemos e ainda não conhecemos no universo, tudo o que a gente ainda nem tem uma resposta para dar. Por isso acho que Deus e religião não tem nada á ver, religião é uma arma usada pelos hipócritas miseráveis para manter o povo sobre seu controle, Deus não é nada disso. Depois desse desabafo, espero que nenhum fanático religioso de merda chegue e me amaldiçoe.

    ResponderEliminar