Descoberta da cidade de David preenche lacuna na história de Jerusalém

Descoberta da cidade de David preenche lacuna na história de Jerusalém
Arqueólogos descobriram as primeiras ruínas de um edifício do período Hasmoneano em Jerusalém, preenchendo uma lacuna na história da cidade antiga, anunciou a Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA).

Os restos do edifício foram descobertos durante uma extensa escavação no parque de estacionamento Givati, localizado no bairro mais antigo de Jerusalém, a Cidade de David. 

As escavações feitas ao longo de vários anos no local levaram à descoberta de alguns achados notáveis​​, incluindo um edifício do período do Segundo Templo que pode ter pertencido à rainha Helena, um tesouro de moedas do período bizantino, e, recentemente, uma placa com uma maldição com 1.700 anos de idade nas ruínas de uma mansão romana.

Apesar de extensas escavações em Jerusalém, os arqueólogos da IAA Doron Ben Ami e Yana Tchekhanovets disseram que houve uma ausência de edifícios do período Hasmoneano no registo arqueológico da cidade. Simão Macabeu fundou a dinastia dos Hasmoneanos em 140 AC. Este grupo governou a Judeia até 37 AC, quando Heródes, o Grande, chegou ao poder. 

"Além de vários restos de fortificações da cidade que foram descobertos em diferentes partes de Jerusalém, bem como cerâmica e outras pequenas descobertas, nenhum dos edifícios da cidade Hasmoneana foi descoberto até agora, e esta descoberta preenche uma certa lacuna na sequência de assentamento de Jerusalém" afirmaram os arqueólogos.

A cidade Hasmoneana, que é bem conhecida por nós a partir das descrições históricas que aparecem nas obras de Josefo, de repente adquiriram uma expressão tangível. Flavius ​​Josephus relatou a história judaica e a revolta dos judeus contra os romanos nos seus livros do primeiro século antes de Cristo, "A Guerra dos Judeus" e "Antiguidades dos Judeus". 

Alguns arqueólogos usaram os seus textos para orientar o seu trabalho e interpretações. Por exemplo, arqueólogos que recentemente encontraram panelas e uma lâmpada numa câmara subterrânea em Jerusalém acham que esses objetos podem ser provas materiais do conto de Josefo acerca da fome durante o cerco romano da cidade.

Funcionários da IAA disseram que o edificio Hasmoneano só veio à luz nos últimos meses, acrescentando que a estrutura possui dimensões bastante impressionantes. Ela eleva-se 4 metros e abrange 64 metros quadrados, com paredes de pedra calcária de mais de 1 metro de espessura. No interior, os arqueólogos encontraram cerâmica e moedas, que ajudaram a determinar a idade do edifício. 

Pesquisadores da IAA acham que a construção do edifício começou no início do século II AC e continuou até ao período dos Hasmoneanos, quando as mudanças mais significativas foram feitas dentro da estrutura atualmente descoberta. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: