Encontrado planeta em torno de uma estrela gémea do Sol

Encontrado planeta em torno de uma estrela gémea do Sol
Cientistas usando um telescópio poderoso no Chile descobriram um planeta alienígena circulando uma estrela que é quase idêntica ao Sol, localizada num aglomerado de estrelas a 2.500 anos-luz da Terra.

A descoberta marca a primeira vez que os cientistas descobrem um exoplaneta circulando um gêmeo solar em um aglomerado de estrelas, de acordo com funcionários do Observatório Europeu do Sul, o grupo que opera o instrumento telescópio que fez a descoberta. 

Os cientistas usaram o telescópio HARPS do ESO para encontrar o exoplaneta, que é um pouco menor do que Júpiter e leva sete dias para orbitar a sua estrela. 

O estranho mundo, junto com outros dois exoplanetas encontrados também pelo instrumento HARPS, estão localizados em Messier 67, um aglomerado de estrelas povoado por cerca de 500 estrelas.

[Video: Aglomerado de estrelas Messier 67 alberga planetas]

Cientistas do ESO também criaram um vídeo de explicação desta descoberta, assim como da descoberta de dois outros exoplanetas que foram encontrados no mesmo estudo. 

Apesar de anteriormente se terem encontrado exoplanetas em aglomerados de estrelas, esta é a primeira vez que um foi encontrado a circular um gémeo do Sol em um cluster.

[Video: Descoberto planeta a orbitar gémea do Sol]

"No aglomerado de estrelas Messier 67, as estrelas têm todas a mesma idade e composição do Sol", disse Anna Brucalassi do Instituto Max Planck para a Física Extraterrestre, líder do novo estudo. 

"Isso faz com que seja um laboratório perfeito para estudar quantos planetas se formam em um ambiente tão lotado, e se formam principalmente em torno de estrelas mais ou menos massivas", acrescentou. 

Dois outros planetas também foram encontrados a orbitar estrelas no cluster. Ao utilizar o instrumento HARPS, os cientistas foram capazes de observar 88 estrelas em Messier 67 ao longo de seis anos para tentar encontrar planetas a orbitar essas estrelas. [Space]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário