Conheça o primeiro mapa geológico de Ganimedes, a maior lua do Sistema Solar

Conheça o primeiro mapa geológico de Ganimedes, a maior lua do Sistema Solar
Há quatrocentos anos, Galileu Galilei encontrou Ganimedes em órbita em torno de Júpiter. Esta semana, uma equipa de cientistas planetários apresentou o primeiro mapa geológico da maior lua do nosso sistema solar.

Usando imagens obtidas pela Voyager 1 e 2, e do Galileo, da NASA, uma equipa liderada por Geoffrey Collins do Wheaton College reuniu um mosaico de imagens da Lua, dando-nos a nossa primeira imagem completa dos seus recursos geológicos.

Na imagem acima você pode ver a lua de Júpiter com as áreas mais escuras a representar a região mais antiga e com muitas crateras de Ganimedes, enquanto que as áreas mais claras são regiões um pouco mais jovens marcados com sulcos e cumes.

O mapa não é apenas bonito, mas também ajuda a compreender a história geológica de Ganimedes. Os pesquisadores identificaram três períodos geológicos: um envolvendo crateras de forte impacto, seguido de convulsão tectónica e, em seguida, um declínio na atividade geológica. 


Você pode assistir a uma animação do globo a girar na íntegra no video acima. As imagens mais detalhadas deixam-nos estudar os cumes e os vales e revelaram que a formação de cryovulcões é rara em Ganimedes. 

De acordo com o Jet Propulsion Laboratory, Ganimedes é um órgão especialmente valioso para estudar, porque é uma lua de gelo com uma geologia muito variada e uma área de superfície com mais de metade do tamanho de toda a área de terra na Terra.

Se algum recurso existir noutra lua de gelo, as chances apontam para que exista algo semelhante a ocorrer em Ganimedes. E agora temos uma ideia melhor de onde podemos procurar por respostas a questões fundamentais do desenvolvimento desses corpos planetários. [io9]

PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário