5 fatos interessantes sobre o Pi

5 fatos interessantes sobre o Pi
Os amantes da matemática comemoram hoje (14 de março), o dia do Pi, em homenagem ao número irracional Pi.

Pi, ou π, define-se como sendo a proporção entre a circunferência de um círculo e o seu diâmetro. O Pi é um número irracional, sendo que, por esse motivo, ele não pode ser escrito como uma fração simples. [O que é o Pi?]

Pelo contrário, ele pode ser expresso como um decimal infinito sem repetir se (3,14159…) ou aproximado como a fracção 22/7.

Aqui estão alguns fatos interessantes, curiosos e divertidos sobre o número irracional, para impressionar seus amigos enquanto você comemora o Dia do Pi.

Cálculo do Pi
1. Descoberta do Pi

Os antigos babilónios sabiam da existência do Pi há cerca de 4.000 anos. Escritos babilónicos de entre 1.900 e 1.680 AC calculam o Pi como sendo 3,125, e o papiro matemático de Rhind de 1.650 AC, um documento matemático egípcio famoso, lista um valor de 3,1605.

O matemático grego Arquimedes (287-212 AC) calculou o valor aproximado de Pi usando o teorema de Pitágoras, uma relação geométrica entre o comprimento dos lados de um triângulo e a área de polígonos, dentro e fora dos círculos. Hoje, sabe-se que o valor de é de 3.14159265359…

2. Há uma “linguagem” Pi

Nerds literários inventaram um dialeto conhecido como Pilish, em que o número de letras em palavras sucessivas corresponde aos dígitos do Pi. Por exemplo, Mike Keith escreveu o livro “Not a Wake” inteiramente em Pilish. Segue um trecho:

Now I fall, a tired suburbian in liquid under the trees,
Drifting alongside forests simmering red in the twilight over Europe.

(“Now” tem três letras, “I” tem uma letra, “fall” tem quatro letras, e assim por diante.)

3. Memorizando Pi

Entusiastas do número memorizaram muitos dígitos do Pi. Muitas pessoas usam técnicas mnemónicas para ajudá-los a lembrarem-se. Muitas vezes, eles usam poemas escritos em Pilish, citado acima.

O recorde para o maior número de dígitos do Pi memorizados pertence a Chao Lu, da China, que decorou 67.890 dígitos do número em 2005, de acordo com o Guinness Book of Records.

4. Pi-râmide de Gizé

O editor e escritor John Taylor propôs pela primeira vez a ideia de que a grande pirâmide do Egito, em Gizé, construída por volta de 2589-2566 AC, foi concebida com base no Pi.

Taylor descobriu que a divisão do perímetro da pirâmide de sua base pela sua altura produz um número que está perto de 2*pi. Claro, o feito pode não ter sido intencional.

5. Computando Pi

É fácil calcular o Pi pela medição da circunferência, ou pela distância ao redor da borda de um objeto circular ou curvo e o diâmetro dos vários círculos, e calculando o declive (circunferência dividida pelo diâmetro).

Os computadores podem obter medições ainda mais precisas. Em dezembro de 2013, de acordo com Numberworld.org, os computadores calcularam o Pi com um recorde de 12 trilhões de dígitos. [LiveScience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

10 comentários:

  1. Esqueceu-se de dizer como se obtém o número PI. A ilustração é desconhecida para muitos deveria haver um parte do tópico mais simplificado para todo mundo entender, não acha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, vá se lascar!

      Eliminar
    2. EI, GALVAN!! VAI TOMAR NO CÚ!!!!

      Eliminar
  2. galvam, vá se foder!

    ResponderEliminar
  3. Homonimo do Aninomo21/03/14, 22:43

    Galvan, vá se foder e se lascar!

    ResponderEliminar
  4. Galvan, vá se foder, se lascar e pra puta q o pariu

    ResponderEliminar
  5. Tem tópicos que são melhores de ler por causa dos comentários... e com ctz esse é um caso... hahaha

    Galvan, vá se foder, se lascar, pra puta q o pariu ou não

    PS: Kd akele tiozinho que parece com o Leoncio do Pica-Pau que comenta em todos os tópicos do mundo?!?!? Ele é mais conhecido que o Carlos Adão!! HAHAHA

    ResponderEliminar
  6. Tem um poema em português (não lembro o autor): Sou, o medo e temor constante do menino vadio...

    ResponderEliminar
  7. De nove comentários, sete é só xingando o Galvan kkkkkkkkk

    ResponderEliminar