Máquinas de som podem prejudicar audição de bebés

Os pais poderão querer pensar duas vezes antes de colocar uma máquina de sono infantil perto do seu bebé.

Os dispositivos de geração de som podem ajudar a acalmar um pouco os bebés e fazê-los dormir, mas um novo estudo sugere que o ruído pode ser prejudicial para a audição de um bebé.

Pesquisadores do Canadá descobriram que, quando as máquinas de ruído são usadas numa base regular, podem produzir níveis de som que podem ser perigosos para os ouvidos dos bebés, podendo levar a problemas de audição, fala ou até mesmo de aprendizagem.

As máquinas de sono infantil têm sons como chuva, chilrear de pássaros ou batidas de coração, para acalmar os bebés e fazê-los dormir. Elas também fornecem o ruído de fundo para abafar outros sons altos ou irritantes que podem manter acordada uma criança durante a noite. 

No estudo, os pesquisadores testaram 14 diferentes máquinas de som infantis, medindo os níveis de som produzidos quando cada modelo foi usado no volume máximo e colocados em três distâncias de onde uma criança iria dormir, simulando a sua localização num quarto de bebê. [11 fatos sobre o cérebro dos bebés]

Os resultados revelaram que todas as 14 máquinas produziram níveis de som que excederam os limites de ruído aceitáveis ​​para crianças em creches hospitalares. Três máquinas geraram mesmo níveis potencialmente prejudiciais de som, que ultrapassaram os limites permitidos para o ruído no local de trabalho de adultos.

Todos, exceto um modelo, ultrapassaram os limites de decibéis recomendados para berçários de hospitais, mesmo a uma distância aparentemente segura, de acordo com o estudo publicado on-line a 3 de março, e que aparecerá na edição de abril da revista Pediatrics.

A exposição regular a estes volumes de som podem colocar os bebés em risco de desenvolver perda auditiva induzida por ruído, afirmam os pesquisadores. Além de serem menor e ainda em desenvolvimento, o canal auditivo de um bebé é um pouco mais largo e reto do que o de um adulto. Tal facto amplifica os sons de alta frequência.

Segundo os pesquisadores, os pais e cuidadores devem estar cientes de que, embora seja seguro para as crianças estarem envolvidos por som e ruído, há uma "dose" de som que pode prejudicar a audição dos bebés.

Eles esperam que estas conclusões gerem uma conversa sobre a "dose"de som a que os bebés podem estar expostoa. De igual forma, os pesquisadores sugerem que os pais devem imaginar o ambiente ideal de sono para o seu filho, ou filha, e, em seguida, tentem recriar esse ambiente calmo.

Acrescentam também que os melhores sons para os ouvidos dos bebés são sons suaves e altamente informativos, tais como a voz suave de uma mãe ou o aconchegar um bebê próximo ao peito do pai para ouvir os batimentos cardíacos. [Música ao vivo pode ajudar bebés prematuros, diz estudo]

Os pesquisadores gostariam também que os fabricantes de máquinas de sono infantis imprimissem um aviso sobre a perda auditiva induzida pelo ruído da caixa, e definissem um limite de volume máximo do aparelho. Eles também gostariam que as máquinas de sono tivessem temporizadores obrigatórios e características de encerramento automático.

Em conclusão, e uma vez que existem poucas diretrizes relativamente ao usa dessa máquinas, os pesquisadores aconselham os pais a colocar os aparelhos o mais longe possível das crianças, a nunca as colocar no próprio berço, a utilizar o menor volume audível e na menor duração possível, e desligar o dispositivo quando o bebé estiver a dormir. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário