O voo da Malaysia Airlines está ligado ao Triângulo das Bermudas?

O voo da Malaysia Airlines está ligado ao Triângulo das Bermudas?
Com autoridades de diversos países e dezenas de aviões e barcos no mar do sul da China e no Golfo de Bengala à procura do desaparecido voo MH370 da Malaysia Airlines, algumas pessoas estão a perguntar-se se pode haver alguma conexão com o Triângulo das Bermudas.

Era inevitável que o desaparecimento acarretaria comparações com a localidade infame onde navios e aviões supostamente desaparecem sem deixar vestígios.

O nome Triângulo das Bermudas surgiu em 1964, mas apenas se tornou famoso mundialmente uma década depois, quando Charles Berlitz escreveu um livro acerca do tema. Berlitz acreditava que a lendária ilha perdida de Atlântida era real e de alguma forma responsável pelos desaparecimentos misteriosos ao largo da costa da Flórida.

Ao longo dos anos, muitas teorias foram apresentadas para explicar o mistério. Alguns escritores têm expandido as ideias sobre a Atlântida, sugerindo que o mítico continente pode estar no fundo do mar usando algum tipo de força para afundar navios e aviões.

Outras sugestões mais fantasiosas incluem até portais e extraterrestres – incluindo rumores de bases alienígenas subaquáticas. Outros ainda acreditam que a explicação está em algum tipo de fenómeno geológico ou hidrológico extramente raro e natural. [A verdade sobre o Triângulo das Bermudas]

Algumas pessoas afirmam que o avião da Malaysia Airlines desapareceu exatamente sobre um local no oceano que está na parte oposta do Triângulo das Bermudas. Motivo suficiente para eclodir uma série de rumores.

Pode parecer assustador, até que você consulte um mapa ou globo e observe que a área de pesquisa não é oposta ao Triângulo das Bermudas, mas sim do Mar do Caribe. Enfim, a verdade é que ninguém sabe onde o avião desapareceu. [Mistério do vôo 370: Como pode um avião desaparecer?]

Poderia ter ido para o fundo do mar do sul da China, ou na costa oeste da Malásia, ou em outro lugar. Na verdade, os pesquisadores suspeitam que o avião pode não ter ido para o fundo do oceano, mas sim para selvas montanhosas do Vietname, onde as equipes foram enviadas.

Existe mesmo um Triângulo das Bermudas?

O maior problema a respeito da ligação do voo MH370 com o Triângulo das Bermudas é que este último, na verdade, não existe. Foi desmascarado na década de 1970, quando o jornalista Larry Kusche pesquisava supostos desaparecimentos no Triângulo das Bermudas.

Kusche exaustivamente examinou a área e não encontrou nada que comprovasse a existência de algo misterioso. No seu livro “O Mistério do Triângulo das Bermudas – Resolvido”, Kusche observou que poucos escritores do tema se deram ao trabalho de fazer uma investigação, limitando-se apenas a coletar informações repetidas de outros escritores.

Em alguns casos, não há registro dos aviões que supostamente desapareceram. Noutros, os barcos e aviões eram reais – mas Berlitz e outros escritores esqueceram-se de mencionar que desapareceram misteriosamente durante tempestades terríveis, que poderiam afundar qualquer tipo de embarcação ou aeronave, em qualquer lugar do globo.

Também é importante constatar que a área dentro do Triângulo das Bermudas é fortemente navegada com navios de cruzeiro e de carga; logicamente, pela quantidade de embarcações que passam por lá, aquela área sempre vai ter um número maior de navios afundados, em relação a lugar menos ocupados.

O desaparecimento do voo MH370 é um verdadeiro mistério até agora, mas apelas pelo fato dele ter desaparecido, não quer dizer que alguma coisa inexplicável ou sobrenatural tenha acontecido. [Mistério do vôo 370: Como pode um avião desaparecer?]

A área de pesquisa é vasta e remota, e as correntes oceânicas podem espalhar detritos a grandes distâncias. O destino do voo 370 é desconhecido por enquanto, entretanto, uma explicação pode surgir a qualquer momento. [LiveScience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário