A história da Arca de Noé é real?

5
A história da Arca de Noé é real?

O novo filme Noah, protagonizado por Russel Crowe no papel do homem escolhido por Deus para coletar pares de animais da Terra dentro de uma arca maciça que irá salvá-los de um dilúvio, trouxe novamente à tona o conto bíblico da Arca de Noé. Mas será essa história real?


Apesar de muitas pessoas considerarem a história da Arca de Noé como sendo apenas um mito instrutivo ou uma parábola acerca do castigo de Deus para a maldade do homem, existem outras pessoas que acreditam que a história é precisa.

Para essas pessoas, o conto da Arca de Noé descreve eventos que realmente aconteceram há aproximadamente alguns milhares de anos atrás, tal como conta a Bíblia. [Mitologia: Cheias de escala bíblica ao longo da história]

Uma arca plausível?


Henry Morris, autor de "A Base Bíblica para a Ciência Moderna" (Baker House, 1984), afirma que: "A arca era, essencialmente, uma enorme caixa projetada para se manter estável nas águas do dilúvio, em vez de se mover através das águas". [Texto antigo diz que a Arca de Noé era redonda]

"Era mais alta do que um prédio normal, de três andares e cerca de uma vez e meia maior que um campo de futebol. A capacidade volumétrica total era de 39,500 metros cúbicos. Espaço suficiente para levar dois pares de cada espécie conhecida de animais, vivos ou extintos", acrescentou.

As falhas nos cálculos de Morris tornam-se evidentes quando, de acordo com muitos outros criacionistas, afirma-se que a Arca de Noé teria incluído centenas de dinossauros. Isso significaria, por exemplo, que estariam presentes um par de Brachiosaurus, cada um com cerca de 50 toneladas e 26 metros de comprimento.

Mesmo se todos os dois representantes de animais pudessem de alguma forma se acomodar na arca, seria necessário espaço para se alimentar e beber água durante um ano inteiro. Além disso, de acordo com o Génesis (7:2-3), Deus teria pedido a Noé para coletar não um, mas sete pares de animais limpos e um par de animais impuros.

Simplesmente não haveria espaço suficiente para todos eles. Há também um problema evidenciado pela questão levantada pelo professor de antropologia Ken Feder, no seu livro "The Encyclopedia of Dubious Archaeology", (Greenwood, 2010).

"Como coalas da Austrália, lamas da América do Sul e pinguins da Antártida conseguiram viajar até ao local da arca no Oriente Médio? E como todos os carnívoros presentes na arca resistiram e não atacaram todos aqueles deliciosos herbívoros?", escreve Feder.

O dilúvio ocorreu?


Outro problema com a história da arca surge da falta de evidências de um dilúvio global. Histórias da criação de muitas religiões e culturas diferentes incluem inundações e dilúvios. No entanto, se um dilúvio deste nível realmente tivesse ocorrido, as suas marcas ainda estariam presentes hoje.

Vilas e cidades inteiras teriam sido dizimadas, e as suas ruínas deveriam estar aparentes até aos dias de hoje. Todas as vezes em que alguém, ou alguma entidade ligada à religião cristã, afirmou ter encontrado algum fragmento da arca, comprovou-se tratar-se de fraudes. [Livescience]

Recomendado pelo editor:

Enviar um comentário

5Comentários
  1. não que eu queira defender a história da arca, mas no caso de animais precisarem beber e comer dentro da arca, não seria mais lógico beberem a água do dilúvio e comer os cadáveres e restos vegetais boiando sobre o mar? é apenas uma suposição, sendo que eu não acredito que algum dilúvio aconteceu dessa forma, pois há também histórias como a de gilgamesh e do peixe de tupã(lenda brasileira).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se houvesse como "pegar" esses animais mortos, até faria sentido, mas lembre-se como foi construída a arca...(segundo a "estória" cristã), havia apenas e tão somente uma janela de meio metro de área colocada ao lado da porta, e essa (a porta) por sua vez teve que ser construída no primeiro piso, (são 3) afinal, seria por onde os animais subiriam...sabemos que uma embarcação como essa teria 2/3 do seu "corpo" abaixo da linha da agua...portanto, porta não podia ser aberta, ou a arca afundaria...logo...essa hipótese não convence...

      Eliminar
  2. Gente eu acho sim! Que aconteceu pq eu acredito en deus !!

    ResponderEliminar
  3. Acredito en Deus

    ResponderEliminar
  4. Por que não colocar animais extintos há milhões de anos, junto com todas as espécies vivas conhecidas (incluindo o homo sapiens), e a partir desse pressuposto refutar toda a tese da arca, ocorrida há 6000 mil anos? Dá certo sim! Depois são os cristãos que crêem em "estórias" rsrs

    ResponderEliminar
Enviar um comentário