Por que espirramos?

Por que espirramos?
Começa com uma leve comichão no nariz - uma comichão furtiva que rapidamente se torna uma força violenta da natureza: o espirro.

Sendo um dos mecanismos de defesa naturais do seu corpo, os espirros são um processo fisiológico complexo projetado para livrar o corpo de invasores e proteger os pulmões e outros órgãos internos de contaminação.


Os espirros ocorrem quando o epitélio respiratório que reveste o nariz fica irritado. A irritação da membrana mucosa estimula as terminações do nervo craniano trigémio (ou quinto nervo craniano), que envia uma mensagem ao cérebro para ativar o reflexo de espirro.

E o reflexo de espirro é, bem, nada desprezível. Este esforço coordenado entre o sistema respiratório, músculo-esquelético e nervoso parassimpático resulta num feito impressionante - a expulsão de ar do corpo a velocidades que alcançam 150 km por hora.

Enquanto as infecções respiratórias virais (por exemplo, o resfriado comum) pode irritar a membrana mucosa do nariz e resultar em muitos espirros pegajosos, a estimulação da membrana pode também decorrer de uma série de outros fatores.

Algumas das coisas mais comuns que fazem as pessoas espirrar incluem alérgenos (como pólen ou pêlos de animais), irritantes (como fumo ou poluição), partículas ambientais comuns (poeira, mofo, bolor) e o ar frio.

Mas há também uma série de outros fatores, alguns até estranhos, que desencadeiam o reflexo de espirro. Você sabia, por exemplo, que algumas pessoas espirram, sempre que depilam as sobrancelhas?

E até mesmo a luz sola pode causar espirros em algumas pessoas. Os espirros podem até ser um pouco escandalosos. Algumas pessoas espirram quando atingem o clímax íntimo. Para outros, apenas o pensamento de intimidade pode desencadear o reflexo de espirro.

Embora a razão para estes espirros estranhos não seja conhecida, os investigadores colocaram a hipótese de que eles podem estar ligados a fiação defeituosa na parte do tronco cerebral conhecida como o bolbo raquidiano, que controla as respostas do sistema nervoso parassimpático a certos estímulos, incluindo a luz brilhante, a fome e a excitação. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário