Descobertos possíveis destroços do famoso navio de Colombo

0
Descobertos possíveis destroços do famoso navio de Colombo
Os destroços do navio há muito perdido de Cristóvão Colombo, o Santa Maria, podem ter sido encontrado na costa do Haiti, de acordo com reportagens da imprensa.

Se comprovada, a descoberta pode resolver um mistério com mais de 500 anos de idade, relativamente ao lugar de descanso final do famoso navio.

O Santa Maria afundou em 1492 depois de bater num recife de coral no mar do Caribe. Agora , o arqueólogo Barry Clifford diz ter localizado o naufrágio no fundo do mar, ao largo da costa norte do Haiti, informou o Independent.

Em 2003, uma equipa separada de arqueólogos identificaram a provável localização da fortaleza de Colombo na ilha de Hispaniola. Clifford combinou estes resultados com informações obtidas do próprio diário do explorador para descobrir onde o Santa Maria provavelmente afundou.

"Toda a geográfica, a topografia subaquática e as evidências arqueológicas sugerem fortemente que este naufrágio é o famoso navio de Colombo, o Santa Maria", disse Clifford em entrevista ao Independent.

"O governo haitiano tem sido extremamente útil - e agora precisamos de continuar a trabalhar com eles para realizar uma escavação arqueológica detalhada dos destroços", acrescentou o arqueólogo que pretende desenvolver mais investigações.

Até agora, Clifford e os seus colegas só vistoriaram e fotografaram o local do naufrágio, de acordo com o Independent, mas os pesquisadores dizem que a descoberta pode ser um dos mais importantes achados arqueológicos subaquáticos.

"Nós informamos o governo haitiano da nossa descoberta - e estamos ansiosos para trabalhar com eles e outros colegas do Haiti para garantir que o local fica totalmente protegido e preservado", disse Clifford.

"Estou confiante de que uma escavação completa do naufrágio irá produzir a primeira evidência arqueológica marinha detalhada da descoberta da América por Colombo", concluiu o arqueólogo em entrevista ao Independent. [Livescience]

Enviar um comentário

0Comentários
Enviar um comentário (0)