Descoberta antiga pintura em túmulo perto da grande pirâmide de Gizé

0
Descoberta antiga pintura em túmulo perto da grande pirâmide de Gizé
Uma pintura de parede, que remonta há mais de 4.300 anos, foi descoberta num túmulo localizado a leste da Grande Pirâmide de Gizé.

A pintura mostra cenas vívidas da vida, incluindo barcos que navegam ao sul no rio Nilo, uma viagem de caça de aves num pântano e um homem chamado Perseneb que é mostrado com a sua esposa e cachorro.

Enquanto Giza é famosa pelas suas pirâmides, o local também contém campos de túmulos que foram criados para os particulares que ocupavam diferentes graus de hierarquia e poder durante o Império Antigo (2649-2150 AC), a idade em que as pirâmides de Gizé foram construídas.

A nova pintura foi descoberta em 2012 por uma equipa do Instituto de Estudos Orientais da Academia Russa de Ciências, que tem vindo a escavar esses túmulos desde 1996. Os cientistas descobriram a pintura quando começaram a restaurar o túmulo de Perseneb.

Perseneb era um "padre" e "mordomo", de acordo com as inscrições da tumba. O seu túmulo, 300 metros a leste da Grande Pirâmide de Gizé, contém uma sala de oferendas, uma sala central e uma câmara funerária.

Contém 11 estátuas que mostram representações de Perseneb e dos membros da sua família. O data da quinta dinastia, algures entre 2450 e 2350 AC. A quinta dinastia é um período de tempo dentro do Império Antigo.

A pintura reflete a vida antiga. No topo da pintura há imagens de barcos que navegam o rio Nilo, com as velas que apontam para o sul. Dois registros inferiores representam várias cenas agrícolas. A pintura mostra também uma imagem de Perseneb, sua esposa e o que parece ser o seu cão.

Há também uma cena num pântano com um homem num barco que parece estar a caçar aves. Todas as cenas retratadas tiveram importantes significados simbólicos. A área onde a equipa russa tem escavado contém uma série de túmulos que podem conter pinturas de parede não descobertas.

A equipa encontrou evidências indiretas de pinturas em alguns túmulos, como paredes muito lisas e restos de gesso e pintura. O túmulo de Perseneb foi parcialmente restaurado pela missão russa em 2013. [Livescience]

Enviar um comentário

0Comentários
Enviar um comentário (0)