Efeito viuvez: quando a morte de um mata o outro

Efeito viuvez: quando a morte de um mata o outro

Você já ouviu falar a respeito de casais de pessoas idosas que morrem em datas próximas uma da outra? Conheça o efeito viuvez.


Um caso recente chamou a atenção de todo o mundo: Mavis Stevenson morreu no dia 3 de novembro, aos 89 anos, com a saúde bastante debilitada.

A família de Mavis não esperava que, momentos depois da morte dela, seu marido, Harry Stevenson, que não tinha qualquer problema de saúde, também morresse.

Ele chorou a morte da esposa e simplesmente morreu alguns instantes depois, no mesmo dia. Harry e Mavis tiveram um casamento de 65 anos e se diziam almas gêmeas.

Explicação


Para a Ciência esse tipo de morte é conhecido como o “efeito viuvez” e, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores de Harvard, esses episódios acontecem tanto com homens quanto com mulheres.

Os cientistas descobriram que, em pessoas acima dos 50 anos, quando o parceiro morre, quem fica tem 66% a mais de chances de morrer nos primeiros três meses de luto.

Outro estudo, publicado no Medical Daily, revelou que os homens têm mais chances de morrer do que as mulheres quando perdem seus companheiros. Em números, pode-se dizer que os maridos têm 30% a mais de chances de morte nesse efeito viuvez.

Os pesquisadores acreditam que isso ocorre porque os homens têm mais tendências a deixar a própria saúde de lado quando perdem a pessoa amada – as mulheres, ainda que também sofram, não deixam de cuidar de si mesmas.

Há quem acredite também que o laço psicológico estabelecido entre casais que estão juntos há muitos anos é o responsável por causar essa morte por “coração partido”.

Não há evidência científica que comprove essa suposição. No entanto, a crença popular afirma que almas gêmeas morrem quando separadas. Você concorda? [Megacurioso]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Enviar um comentário