Deve a Humanidade tentar contactar civilizações alienígenas?

Deve a Humanidade tentar contactar civilizações alienígenas?

É hora de levar a busca por alienígenas inteligentes ao próximo nível? Mas deve a Humanidade tentar contactar civilizações alienígenas?


Há mais de meio século que os cientistas têm examinando os céus à procura de sinais gerados por vida extraterrestre inteligente.

Eles não encontraram nada conclusivo ainda, sendo que alguns pesquisadores defendem a busca ativa por inteligência extraterrestre, em vez do clássico ficar a ouvir.

Tal metodologia implica irradiar para o espaço, transmissões projetadas para ser encontradas por alienígenas. Para Douglas Vakoch, do SETI Institute, esta pode ​​ser a abordagem que nos permita fazer contato com a vida fora da Terra.

À procura de contato alienígena


Vakoch prevê a utilização dos pratos de rádio como no Observatório de Arecibo, em Porto Rico de forma a enviar transmissões poderosas de informação para estrelas próximas, numa série de projetos, de pequena escala e relativamente baratos.

Ainda assim, o conteúdo de qualquer potencial mensagem é um tema de debate considerável. Se dependesse do astrónomo Seth Shostak, do Instituto SETI e colega de Vakoch, enviávamos toda a Internet para o espaço.

"É como enviar uma grande quantidade de hieróglifos para o século 19 - eles [os alienígenas] podem descobrir a mensagem com base na redundância", disse Shostak. "Então, acho que em termos de mensagens, devemos enviar tudo".

Devemos ficar preocupados?


Mas esta metodologia ativa é ainda um tema controverso. A humanidade tem sido uma civilização verdadeiramente tecnológica há apenas algumas gerações; passaram menos de 60 anos do lançamento do nosso primeiro satélite para a órbita da Terra, por exemplo. Assim, as chances são de que qualquer extraterrestre que capte os nossos sinais seja muito mais avançado do que nós.

Esta probabilidade faz com que alguns pesquisadores estejam nervosos, incluindo o famoso físico teórico Stephen Hawking. "Estes alienígenas avançados talvez se tornem nómadas, procurando conquistar e colonizar planetas onde possam chegar", disse Hawking em 2010 num episódio de "Into the Universe with Stephen Hawking", que passou no Discovery Channel.

"Se assim for, fará sentido para eles explorarem cada novo planeta para obter material para construir mais naves espaciais para que possam seguir em frente. Quem sabe quais serão os limites?", acrescentou Hawking. De igual forma, o astrofísico e autor de ficção científica David Brin manifestou preocupações semelhantes, dizendo que não há nenhuma razão para supor que os alienígenas seriam altruístas.

Contactar civilizações alienígenas ou não?


Vakoch e Shostak concordaram sobre a desejabilidade de cooperação internacional nesta matéria. No entanto, Shostak acredita que a obtenção de qualquer tipo de consenso sobre o tema pode ser difícil. De facto, sondagens revelaram que 60 por cento das pessoas na Terra são a favor da estratégia enquanto 40 por cento se opõem.

Ainda assim esta nova metodologia de pesquisa pode não ser um salto tão grande como aparenta, uma vez que a nossa civilização tem vindo a transmitir sinais para o universo involuntariamente durante mais de um século, desde que o rádio foi inventado. A realidade é que qualquer civilização que tenha a capacidade de viajar entre as estrelas já pode captar o nosso vazamento de rádio e TV acidental, acredita Vakoch.

De facto, uma civilização apenas 200 a 300 anos mais avançada do que a nossa poderia captar a nossa transmissão involuntária a uma distância de várias centenas de anos-luz. Portanto, não há aumento nos perigos de uma invasão alienígena através desta nova metodologia, afirma Vakoch. Mas Brin contesta tal afirmação, dizendo que isso um mito.

Brin acredita ser muito difícil para as civilizações avançadas captarem-nos. No entanto, Shostak acredita que o medo de uma invasão alienígena, se levado muito longe, pode dificultar a expansão da humanidade para todo o sistema solar, um esforço que provavelmente vai exigir o uso de transmissões de alta potência entre postos avançados. Assim, a discussão e debate continua - e pode continuar por algum tempo. E você o que acha? Devemos ou não contactar? [Space]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. eles já nos contataram e nos acharam primitivos demais.Não vão querer trocar conhecimento conosco, só nos observar e nos testar, da mesma forma que os cientistas fazem com cobaias

    ResponderEliminar