Cientistas desenterram criatura do mar com 500 milhões de anos, com membros sob a cabeça.

3
http://www.ciencia-online.net/2013/02/cientistas-desenterram-criatura-do-mar.html


Os cientistas desenterraram fósseis extraordinariamente preservados de uma criatura do mar com 520 milhões de anos de idade, um dos mais antigos fósseis de animais já encontrados, de acordo com um novo estudo.

O animal fossilizado, um artrópode chamado fuxhianhuiid, tem membros primitivos sob a sua cabeça, bem como o primeiro exemplo de um sistema nervoso que se estendia além da cabeça. A criatura primitiva pode ter usado os braços e pernas para empurrar o alimento para a sua boca, uma vez que se arrastava pelo fundo do mar. Os membros podem lançar luz sobre a história evolutiva dos artrópodes, que incluem crustáceos e insetos.

"Uma vez que os biólogos dependem fortemente da organização de apêndices da cabeça para classificar grupos de artrópodes, como insetos e aranhas, o nosso estudo fornece um ponto de referência fundamental para reconstruir a história evolutiva e as relações dos animais mais diversos e abundantes na Terra", disse o co-autor Javier Ortega-Hernández, cientista na Universidade de Cambridge. "Isso é tão antigo que podemos ver atualmente os membros em desenvolvimento dos artrópodes".

As descobertas foram publicadas ontem (27 de fevereiro) na revista Nature. O fuxhianhuiid viveu quase 50 milhões de anos antes dos primeiros animais se mudarem do mar para a terra, durante a primeira parte da explosão cambriana, quando simples organismos multicelulares rapidamente evoluíram para a vida complexa no mar. Enquanto os paleontólogos desenterraram exemplos anteriores de um fuxhianhuiid, os fósseis foram todos encontrados na posição de cabeça para baixo, com os seus delicados órgãos internos obscurecidas por uma carapaça grande, ou concha. 

No entanto, quando Ortega-Hernández e seus colegas começaram a escavar numa região rica em fósseis do sudoeste da China, eles desenterraram vários exemplares de fuxhianhuiid onde os corpos haviam capotado antes da fossilização. Ao todo, a equipa descobriu um surpreendentemente preservados artrópode, bem como oito espécimes adicionais.

Estas criaturas primitivas, provavelmente passaram a maior parte dos seus dias a rastejar pelo fundo do mar à procura de alimento, sendo que também podem ter sido capazes de nadar distâncias curtas. As criaturas do mar, alguns dos primeiros artrópodes ou animais articulados, provavelmente evoluíram a partir vermes com pernas.

A descoberta lança luz sobre a forma como alguns dos primeiros ancestrais dos animais de hoje podem ter evoluído. "Esses fósseis são a nossa melhor janela para ver o estado mais primitivo dos animais como os conhecemos - incluindo nós", disse Ortega-Hernández. "Antes disso, não há indicação clara no registo fóssil de que algo era um animal ou uma planta - mas ainda estamos a preencher os detalhes, sendo este é um passo importante".

Enviar um comentário

3Comentários
  1. como sera que os cientistas concluem que a idade do fossil é esta?já comprovaram que o c14 da erro de milhões de anos,dependendo do ambiente,verdade pronta é so para quem tem fé cega e espirito fraco.

    ResponderEliminar
  2. Muito interessante estas descobertas que nos ajudam a entender tanto sobre a natureza.
    http://mapasbiblicos.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. sergio a.alves eles não utilizam c14
    http://www.comciencia.br/reportagens/arqueologia/arq06.shtml
    http://www.oceanografia.ufba.br/ftp/Geologia_Marinha/AULA_6%20_Metodos_Datacao.pdf
    ta ae 2 links explicando outras formas de datação... eu nao poderia colocar no coment por que é muita coisa :S

    ResponderEliminar
Enviar um comentário