7 razões porque você deve meditar

7 razões porque você deve meditar
Sentar-se em total silêncio, com as palmas das mãos voltadas para cima e os olhos fechados, e murmurando os tradicionais "OMMMMM", parece uma prática para monges.

Acontece que, vários tipos de meditação consciente podem encaixar-se perfeitamente na vida de qualquer homem ou mulher. [Guia passo-a-passo para meditar]

E até mesmo a ciência sugere que os benefícios da meditação podem ser grandes. Aqui estão sete benefícios esclarecedores. [Meditação pode reduzir a ansiedade e a depressão]

7. Alivia as dores


Embora suas costas ou outra parte do corpo possam estar a dar-lhe dores, parte da dor pode realmente estar na sua cabeça. Na verdade, um estudo publicado em 2011, no Journal of Neuroscience descobriu que apenas 80 minutos de meditação pode reduzir a percepção da dor quase pela metade.

Alivia as dores


Outro estudo, este publicado em 2010 na revista Pain, descobriu que pessoas que meditavam regularmente sentiam dor menos desagradável. O motivo? Aparentemente, os seus cérebros estão ocupados com o foco no presente e assim antecipam menos a dor.

6. Melhora a sua vida íntima 


Uma pesquisa publicada em 2011 na revista Psychosomatic Medicine descobriu que a meditação mindfulness, ajuda uma pessoa a trazer pensamentos para o momento presente, podendo melhorar a experiência íntima de uma mulher.

Melhora a sua vida íntima


5. Evita armadilhas mentais


Fazer a mesma coisa da mesma maneira nem sempre funciona, seja tentar sair de uma crise de depressão ou resolver uma disputa com um amigo ou colega. Acontece que, a meditação mindfulness pode ajudar uma pessoa a afastar-se de tais armadilhas mentais.

Evita armadilhas mentais


Tal é sugerido por um estudo publicado online a 15 maio de 2012, na revista PLoS ONE. Depois de apenas algumas semanas de treinamento da mente, os voluntários eram melhores em mudar as estratégias para a resolução de problemas do que os voluntários que não passaram pela técnica.

4. Aumenta a resistência mental


A meditação pode proteger uma pessoa contra os efeitos debilitantes de alguns eventos emocionais, como ir para a guerra, disseram pesquisadores em fevereiro de 2010 na revista Emotion. No estudo, fuzileiros navais norte-americanos que se prepararam para implantação passaram duas horas por semana a praticar a meditação mindfulness durante oito semanas.

Aumenta a resistência mental


Comparado com os fuzileiros navais que não meditaram, aqueles que o fizeram mostraram melhoria no humor na memória de trabalho, que permite a recuperação e armazenamento de informações de curto prazo. A meditação parece permitir aos indivíduos permanecer alerta e no momento sem se tornarem emocionais, dando-lhes uma espécie de "armadura mental".

3. Ajuda a manter a calma


Sempre quis saber como o Dalai Lama permanece gentil e compassivo apesar da violência que rasga a sua terra natal? A chave para a magnanimidade incessante do líder tibetano exilado pode ser a meditação, que pode aumentar a capacidade de uma pessoa sentir empatia e benevolência pelos os outros, sugere um estudo de 2008, publicado na revista PLoS ONE.

Ajuda a manter a calma


Tanto os meditadores novatos como os experientes no estudo praticavam meditação da compaixão (amplamente praticada por líderes tibetanos), que envolve incidir sobre entes queridos e dirigir a benevolência para com eles, e depois estender essa boa vontade para com todos os seres indiscriminadamente.

2. Aumenta o foco


Com celulares, iPads, computadores portáteis e a capacidade de contatar essencialmente qualquer pessoa em qualquer tempo, as distrações abundam. Como manter o foco? A meditação budista pode ajudar, segundo um estudo publicado na revista Psychological Science, em 2010.

Aumenta o foco


Os participantes do estudo, meditadores relativamente experientes, foram mais capazes de fazer distinções visuais finas e manter a atenção visual durante uma tediosa e exigente tarefa de computador após a meditação budista.

A prática Zen aparentemente sem sentido de "pensar em não pensar" também pode aumentar a sua capacidade de atenção, libertando a mente de distrações, de acordo com um estudo do cérebro detalhado a 3 de setembro de 2008 na revista PLoS ONE.

1. Aumenta o poder cerebral


Alguns cânticos OM pode torná-lo mais inteligente, sugere uma pesquisa sobre os efeitos da meditação no cérebro. Um estudo da UCLA publicado em 2012 na revista Frontiers in Human Neuroscience descobriu que os meditadores de longo prazo têm quantidades maiores de córtex cerebral do que as pessoas que não meditam.

Aumenta o poder cerebral


Tal material extra podem permitir aos meditadores processar informações mais rapidamente do que os outros. Outro estudo da UCLA descobriu que pessoas que meditam têm também conexões mais fortes entre as regiões do cérebro e mostram menos encolhimento do cérebro relacionada à idade, segundo um estudo de 2011 na revista NeuroImage. [Livescience]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. É amplamente sabido que o poder da mente é extremamente forte! Como a meditação traz momentos de paz interior e reflexão, é natural mesmo que exerça todo esse feito no corpo.

    ResponderEliminar