Nova estrela poderá aparecer no céu em 2022

Nova estrela poderá aparecer no céu em 2022

Uma enorme colisão entre duas estrelas a cerca de 1.800 anos-luz de distância poderá adicionar um novo objeto brilhante ao nosso céu noturno, dizem os cientistas - embora esta estrela temporária só será visível por dois ou três anos.


Esta é a primeira vez que especialistas tentam prever uma explosão cósmica como esta, e os pesquisadores dizem que geralmente há apenas uma chance de um "em um milhão" de serem capazes de prever uma nova estrela, antes que ela realmente apareça.

O astrônomo Larry Molnar e sua equipe da Calvin College em Michigan têm mantido um olhar próximo em uma estrela binária chamada KIC 9832227, que é na verdade constituído por duas estrelas em órbita entre si.

Neste caso, estamos lidando com um binário de contato, onde ambas as estrelas compartilham partes da mesma atmosfera, como dois amendoins em uma casca. Os pesquisadores pensam que essas estrelas estão se aproximando e poderão colidir entre si em 2022.

Esse tipo de fusão é o que se chama uma nova vermelha, e a explosão resultante causará um aumento de 10.000 vezes no seu brilho - o suficiente para que seja visível da Terra por algum tempo.

"Se a previsão estiver correta, então, pela primeira vez na história, os pais poderão apontar para uma mancha escura no céu e dizer: 'Olhem, garotos, há uma estrela escondida ali, mas logo vai-se acender ', Diz o chefe da pesquisa de Calvin College, Matt Walhout, que não esteve envolvido no estudo.

A história realmente começou em 2008 com V1309 Scorpii - outra estrela binária que também causou uma nova vermelha. Embora o incidente não tenha sido previsto antecipadamente, as observações dele mostraram o período orbital entre as duas estrelas individuais caindo mais e mais rápido à medida que a colisão se aproximava.

Molnar e seus colegas descobriram o mesmo padrão na CCI 9832227 em 2013 e 2014, e continuando ao longo de 2016 - o que significa que o tempo necessário para que as estrelas se aproximem é realmente pequeno.

A equipe está monitorando as emissões de rádio, infravermelho e raios-X das estrelas, usando uma variedade de instrumentos, incluindo o observatório Very Large Array no Novo México, a Infrared Telescope Facility no Havaí e a nave XMM-Newton, em órbita em torno da Terra.

Essas leituras devem nos permitir descobrir se KIC 9832227 está em curso de iluminar o nosso céu noturno. Em seguida, a caça será sobre encontrar outras estrelas binárias como esta, e ver se podemos prever mais dessas colisões.

Formato de KIC 9832227


Se os eventos se desenrolarem como os astrônomos previram, poderemos ver a brilhante explosão da Nova Vermelha na ala norte da constelação de Cygnus, em 2022 - sem necessidade de telescópios. Lembre-se que tecnicamente esta colisão - devemos ser capazes de testemunhá-la - realmente aconteceu há um longo tempo atrás, já que a luz que estaremos vendo terá 1.800 anos de idade.

Localização de KIC 9832227


"Ninguém nunca conseguiu prever o nascimento de uma estrela antes, então isso realmente não tem precedentes", afirmou Robert Massey, da Royal Astronomical Society, que não esteve envolvido no estudo, em entrevista com Sarah Knapton, do The Telegraph.

"Acho que haverá uma corrida entre astrônomos amadores e membros do público para detectá-lo primeiro". As descobertas foram disponibilizadas on-line, enquanto os autores aguardam a revisão de pares até à sua publicação em uma revista científica.

A pesquisa também está sendo usada como a base de um próximo documentário chamado Luminous, e você pode assistir ao trailer abaixo [ScienceAlert]

PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. Your post contains a lot of useful information for me. Thank you very much for that.

    ResponderEliminar
  2. Thanks for your post! Through your pen I found the problem up interesting! I believe there are many other people who are interested in them just like me! Thanks your shared!... I hope you will continue to have similar posts to share with everyone!
    io games

    ResponderEliminar