Nova terapia genial eliminou o câncer incurável em três pacientes

Nova terapia genail eliminou o câncer incurável em três pacientes

Uma mulher da Flórida diagnosticada com câncer de mama avançado, geralmente considerado incurável, está livre da doença dois anos e meio depois que uma nova terapia usou suas próprias células imunológicas para atacar seus tumores, disseram pesquisadores na segunda-feira.



Recuperações impressionantes foram relatadas anteriormente para um paciente com câncer de fígado mortal e outro com câncer de cólon avançado.

Os três pacientes foram tratados por uma equipe do National Cancer Institute, liderada por Steven Rosenberg, um pioneiro da imunoterapia que é chefe do ramo de cirurgia.

Para cada paciente, a equipe sequenciou os genomas de seus tumores para encontrar mutações, depois testou as células imunológicas extraídas dos cânceres para identificar quais poderiam reconhecer os defeitos.

Essas células foram expandidas em laboratório e depois infundidas de volta nos pacientes, onde atacaram os tumores. Rosenberg enfatizou que a abordagem, chamada terapia celular adotiva, é experimental e que vários outros pacientes que receberam os mesmos tratamentos não responderam.

Mas ele disse que os três casos apontam para um potencial "plano" para atacar uma ampla gama de tumores sólidos avançados de órgãos internos, incluindo o estômago, o esôfago e o ovário.

A abordagem baseia-se em mutações, não no tipo de câncer, disse ele. "As próprias mutações que causam o câncer serão o seu calcanhar de Aquiles". O caso do câncer de mama apareceu na segunda-feira na Nature Medicine. Os outros casos foram descritos em revistas científicas em 2014 e 2016.

O caso mais recente envolve Judy Perkins, uma engenheira estrutural de 52 anos que mora em Port St. Lucie, na Flórida, e fez uma mastectomia após ser diagnosticada com câncer de mama em estágio inicial em 2003.

Uma década depois, ela descobriu que o câncer se espalhou para outras partes do corpo; ela passou por vários tratamentos, os quais falharam completamente. Um encontro casual com um dos principais cientistas do NCI fez com que ela se inscrevesse no teste em 2015.

Um de seus tumores, removidos cirurgicamente, tinha 62 mutações diferentes. Os pesquisadores também removeram as células do sistema imunológico da massa maligna - linfócitos que infiltram o tumor - e encontraram alguns que visavam quatro desses defeitos.

Eles então expandiram o seu número e Perkins primeiro recebeu quimioterapia, seguida pela infusão de células imunológicas. Cinco meses depois, seus exames foram claros. O câncer não voltou. Ainda assim, experimentos em um paciente, ou mesmo em um pequeno número de pacientes, não provam que um tratamento será eficaz em outros.

A equipe de Rosenberg tratou mais de 40 pacientes com tumores sólidos comuns nos últimos quatro anos usando a terapia TIL altamente personalizada; a maioria entrou no estudo com uma expectativa de vida muito limitada e cerca de 15% responderam de alguma forma.

Mas essas respostas variam, disse Stephanie Goff, um clínico da equipe. Perkins, enquanto "respondente completa", que não precisou de tratamento adicional, é a exceção. Os pesquisadores estão "tentando encontrar maneiras" de alcançar resultados mais consistentes, afirma Goff.

Ainda assim, as recuperações nos três casos individuais agora relatados representam um avanço importante, de acordo com os pesquisadores.

Embora a terapia imunológica tenha beneficiado pacientes com melanoma avançado no pulmão e algumas outras neoplasias malignas com grande número de mutações, ela geralmente não tem sido eficaz contra cânceres que iniciam no revestimento de órgãos - chamados cânceres epiteliais - que têm menos mutações.

Outros cientistas receberam bem as notícias, mas foram cautelosos. Carl June, especialista em imunoterapia da Universidade da Pensilvânia, disse que a resposta do paciente de câncer de mama a foi "impressionante". No entanto, será este o caso "um em um milhão, ou trata-se de uma abordagem que beneficiará muitas mulheres?"

Scott Antonia, imunologista do Moffitt Cancer Center, em Tampa, Flórida, EUA, disse que mais trabalho é crucial. "O artigo mostra a prova biológica do princípio e  mostra que você pode usar essa abordagem para ter um impacto profundo em um paciente". "Devemos continuar seguindo esse caminho", afirmou.

Melinda Bachini, uma ex-paramédica que vive em Billings, Montana, EUA, acredita que o tratamento salvou sua vida. Em 2009, ela foi diagnosticada com câncer de ducto biliar que se espalhou para o fígado. Ela tinha 41 anos.

A cirurgia inicial de Bachini removeu dois terços do fígado, mas três meses depois a doença apareceu nos pulmões. Ela teve vários tratamentos que não tiveram sucesso e, em seguida, encontrou o teste do NCI on-line. Em 2012, ela recebeu sua primeira infusão e seus tumores começaram a diminuir.

Quando eles novamente começaram a crescer, ela recebeu outro lote de células - mais agressivamente direcionadas para sua mutação - no ano seguinte. Os tumores encolheram novamente. No outono de 2016, ela precisou de mais tratamento e retornou ao NCI para um tipo diferente de imunoterapia. Hoje, ela tem "poucos pontos" no pulmão esquerdo que Rosenberg acredita ser tecido cicatricial.

A paciente com câncer de cólon avançado que a equipe de Rosenberg tratou em 2015 é Celine Ryan, do Michigan, EUA. A maioria de seus tumores desapareceu depois que ela recebeu o tratamento, embora um no pulmão piorasse e exigisse mais cirurgias.

Atualmente, ela permanece livre do câncer, afirma Rosenberg - sendo o primeiro alvo bem-sucedido de uma mutação letal chamada KRAS, que está implicada não apenas em alguns tipos de câncer de cólon, mas também em câncer de pulmão e de pancreas.

Uma mulher da Carolina do Sul chamada Janice Satterfield contatou Perkins depois de ler um post que ela escreveu sobre o ensaio do NCI. Satterfield acabou se inscrevendo no teste e em agosto de 2016 foi para o NCI para tratamento. Ela desenvolveu complicações e morreu alguns meses depois.

"Ela pode ter perdido a vida", disse recentemente seu marido, Scott Satterfield, "mas espero que alguém mais ganhe com o ensaio dela". [The Washington Post]
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

9 comentários:

  1. Got the fab post that is nice to read and I am so delighted to have this wonderful article.

    ResponderEliminar
  2. I was very impressed by this post, this site has always been pleasant news. Thank you
    very much for such an interesting post. Bandar Togel

    ResponderEliminar
  3. AvriqPrinter RepairPrinter InstalltionWifi trouble shooting
    Software InstalltionThis is really a pleasant and useful, containing all data furthermore greatly affect the new innovation. Much obliged for sharing it,

    ResponderEliminar
  4. Thank you for your sharing. Thanks to this article I can learn more things. Expand your knowledge and abilities. Actually the article is very practical. Thank you!
    geometry dash

    ResponderEliminar
  5. Your post is great and very interesting.Thank you the sharing.

    ResponderEliminar
  6. Thanks for your post! It's been a long time since I read a good article and such a meaning! I hope you will continue to write articles like these for hobbyists!

    ResponderEliminar
  7. Your blog is great. I read a lot of interesting things from it. Thank you very much for sharing. Hope you will update more news in the future.
    Hotmail login

    ResponderEliminar
  8. “I have read through your blog, your blog is very or very detailed it, thank you for sharing, I hope to read more of this good blog. ”

    ResponderEliminar