Como o álcool perturba o Cérebro

http://www.ciencia-online.net/2013/03/como-o-alcool-perturba-o-cerebro.html
Qualquer um que tenha falhado num teste de sobriedade dirá que fazer movimentos coordenados, enquanto bêbado é difícil, e um novo estudo explica porquê. O álcool parece perturbar as conexões entre as regiões visual e do controlo muscular do cérebro.

Bebedores sociais saudáveis ​​tiveram os seus cérebros escaneados enquanto estavam sóbrios ou intoxicados. O estudo, que foi detalhado online a 14 de fevereiro na revista Alcohol, mostrou que o consumo de álcool afeta o cérebro pelo enfraquecimento das conexões entre as áreas da visão e do planeamento de movimento no cérebro, áreas que são importantes para a coordenação mão-olho.

"Esta descoberta pode também ter consequências importantes para determinar quais componentes de tarefas exigentes, como conduzir um carro, podem ser comprometidas mais cedo do que as funções do movimento principal e das áreas visuais", disse o principal autor do estudo Michael Luchtmann, neurocirurgião da Universidade de Magdeburg, na Alemanha.


Os efeitos do álcool sobre a coordenação são bem conhecidos. Beber afeta todas as capacidades cognitivas, em graus variáveis, dependendo da quantidade consumida. O álcool interfere com a coordenação dos olhos e torna os movimentos musculares mais lentos e menos precisos. O estudo envolveu um total de 14 voluntários saudáveis ​​do género masculino e feminino, os quais eram bebedores sociais sem qualquer história de abuso de álcool. 

Os voluntários tiveram os seus cérebros escaneados usando ressonância magnética funcional (fMRI), que usa o fluxo de sangue como uma medida da atividade cerebral, antes e depois de consumir álcool misturado com sumo de laranja. A quantidade de álcool foi projetada para dar a cada pessoa uma concentração de álcool no sangue de cerca de 0,1%.

Enquanto que no aparelho de fMRI, os voluntários observaram uma imagem de um tabuleiro de damas a alterar as cores, e tinham que tocar com os seus dedos e polegar juntos tão rapidamente quanto possível quando as cores alteravam. Para garantir que eles estavam concentrados na tarefa, os voluntários também tiveram que assistir a uma pequena cruz vermelha e contar quantas vezes ela mudou de cor.

Os exames revelaram que o consumo de álcool resultou numa diminuição de conectividade entre a área motora suplementar, uma região do cérebro envolvida no planeamento e execução de movimentos controlados, e as principais áreas visuais e motoras. Por outro lado, essas partes do cérebro são normalmente mais ligadas quando uma pessoa está sóbria.

Este é o primeiro estudo fMRI a mostrar como o álcool perturba as conexões entre as regiões envolvidas na coordenação olho-mão, disse Luchtmann. Os resultados sugerem que o consumo de quantidades moderadas de álcool ainda afeta as interações complexas entre diferentes áreas do cérebro, o que pode ser importante para determinar os limites legais de álcool para conduzir, por exemplo.
PARTILHE
loading...
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Trabalho com aspectos neurobiológicos da dependência de álcool, ou seja, como o álcool pode afetar o cérebro, há bastante tempo. Gostaria de deixar aqui links para textos que escrevi sobre o tema. Vamos trocar ideias :)
    http://prismacientifico.wordpress.com/2012/10/07/alcool-consumir-ou-nao-eis-os-seus-efeitos-parte-1/
    http://prismacientifico.wordpress.com/2012/11/04/alcool-se-te-faz-alegre-por-que-se-preocupar-parte-2/
    http://prismacientifico.wordpress.com/2012/12/11/alcool-dificuldade-em-parar-problema-de-memoria-a-vista-parte-3/

    ResponderEliminar