Descoberta criatura bizarra com 500 milhões de anos

3
Descoberta criatura bizarra com 500 milhões de anos


Uma nova criatura fossilizada, em forma de charuto, que viveu há cerca de 520 milhões de anos foi descoberta em Marrocos.

A espécie recém-descoberta, Helicocystis moroccoensis, tem "características que o colocam como o echinoderm mais primitivo", disse o co-autor do estudo, Andrew Smith, paleontólogo do Museu de História Natural, em Londres, referindo-se ao grupo de animais que inclui estrelas do mar e ouriços do mar. 

Os equinodermos modernos normalmente têm simetria de cinco pontos, como os cinco braços da estrela do mar. A criatura marinha primitiva, descrita ontem (25 de Junho) na revista Proceedings of the Royal Society B, poderia até mesmo mudar a sua forma de corpo esbelto a atarracado. 

Os pesquisadores dizem que é um animal de transição que pode ajudar a explicar como os primeiros equinodermos evoluiram os seus planos de corpo único, disse Smith.

Em 2012, Smith e seus colegas estavam a escavar em sedimentos datados de há cerca de 520 milhões de anos nas montanhas do Anti-Atlas, em Marrocos, quando descobriram vários exemplares do estranho fóssil.

A criatura viveu no antigo supercontinente chamado Gondwana, durante a explosão cambriana, um período em que todas as criaturas habitaram os mares e a vida no planeta diversificou dramaticamente.

Um dos mais antigos equinodermos conhecidos, o Helicoplacus - primeiro desenterrado nas Montanhas Brancas, na Califórnia - tinha um corpo assimétrico e espiralado. E todos os equinodermos modernos começam como larvas com simetria bilateral, levantando a questão de como e quando o plano corporal de cinco pontos distintos das criaturas teve origem.

H. moroccoensis, em homenagem ao país onde foi encontrado, tinha um corpo cilíndrico que se estendia até 1,6 polegadas (quatro centímetros) de comprimento. A boca do equinoderme estava no topo de seu corpo. "É um animal em forma de charuto, e foi capaz de expandir e contrair essa forma", afirma Smith.

A espécie recém-descoberta é o mais antigo equinoderme conhecido e pode lançar luz sobre como os equinodermos evoluíram os seus planos de corpo único, disse Smith. H. moroccoensis também foi encontrado em sedimentos que contêm vários outros equinodermes bizarros, muitos dos quais tinham planos corporais maluco. 

Essa grande variedade sugere que as criaturas estavam a passar por um período de diversificação dramática em torno desse período de tempo, disse Smith. "A coisa mais importante sobre toda a fauna é que já existe, por esta altura, uma notável diversidade de forma corporal", disse Smith.


                   O que é a Teoria da Evolução de Darwin?

Enviar um comentário

3Comentários
Enviar um comentário